Como criar uma política de segurança de informação na sua empresa

Como criar uma política de segurança de informação na sua empresa

Posted on Posted in Tecnologia e Gestão

A proteção da informação das empresas é o tema do momento, devido à chegada do novo regulamento geral de proteção de dados. As empresas são cada vez mais digitais e sem a prevenção da perda dos dados, a segurança destes fica seriamente comprometida. A política de segurança nas empresas é uma ferramenta imprescindível para garantir que os seus dados permanecem seguros. No artigo de hoje, deixamos-lhe dicas importante para criar uma política de segurança de informação na sua empresa.

O que é uma política de segurança?

A política de segurança é um documento desenvolvido pela empresa onde se registam os princípios de segurança que a empresa adota e que devem ser seguidos pelos colaboradores. A política de segurança deve ser aplicada em todos os sistemas de informação, a nível de desktop e de mobile. Para que a política seja respeitada, é essencial que os gestores de topo participem na sai implementação.

Como criar uma boa política de segurança da informação

  • Defina a responsabilidade dos colaboradores: estabeleça coimas para a má utilização dos recursos de TI da empresa. Devem constar ainda regras sobre acesso a sites e recomendações sobre a utilização dos dispositivos eletrónicos fornecidos.
  • Dê formação: deve haver uma formação prática na apresentação da política de segurança da informação. A empresa deve recolher declarações individuais dos colaboradores, comprometendo-se a cumprir as regras que constam no documento. Este manual deve ser de fácil acesso para os colaboradores e deverá ser revista com frequência, para que se mantenha sempre atualizada.
  • Nomeie um responsável: a empresa deve nomear uma pessoa responsável para monitorizar o cumprimento da política de segurança da informação. Este colaborador deve ser o responsável por detetar incumprimentos e violações das regras.
  • Dê a conhecer a política de segurança: o documento deve ser aprovado pelo departamento de recursos humanos da empresa. As regras presentes neste documento devem estar de acordo as leis do trabalho e com o manual interno dos colaboradores. Após a aprovação por parte dos recursos humanos, os gestores de topo também devem fazer a sua aprovação.
  • Adote um plano de disaster recovery: os planos de disaster recovery são essenciais para planear ações que garantem que um desastre não interfere no desempenho da empresa. Além desta ação proativa, os planos de disaster recorvery têm também uma ação reativa, através da ação da execução de ações de emergência, planeadas previamente e que garantem a resolução imediata de problemas. O disaster recovery define-se ainda como o conjunto de procedimentos a executar em situações de crise. O objetivo final é saltar os dados da sua empresa para que a sua informação se mantenha sã e salva.

 

“Vale mais prevenir do que remediar” é uma verdade absoluta no que diz respeito à segurança da informação da sua empresa. Conheça as soluções da IT PEERS a nível da segurança e garanta a proteção dos seus dados!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *