Saiba como usar os KPI’s a favor do seu negócio

Saiba como usar os KPI’s a favor do seu negócio

Posted on Leave a commentPosted in Definição de métricas de negócio

KPI’s e objetivos de negócio: aliados de sucesso

Já aqui falamos sobre a importância dos KPI’s para o sucesso do negócio, mas nunca é demais relembrar que ter KPI’s definidos é parte fundamental da estratégia de gestão de uma empresa. Estas métricas de negócio permitem um acompanhamento mais próximo e uma melhor gestão do nível de sucesso das ações desempenhadas. Neste artigo, vamos dar-lhe a conhecer algumas dicas para usar os KPI’s a favor do seu negócio!

Disponibilidade da informação

Um KPI só é bom se puder ser mensurado. Todas as métricas que quer avaliar devem ser passíveis de análise e devem estar disponíveis para serem avaliadas. Caso contrário, o KPI deixa de fazer sentido pois não é possível medi-lo e perde o seu propósito.

Verdadeira relevância empresarial

Muitos gestores cometem o erro de escolher os indicadores de negócio apenas por vaidade, isto é, números que não mostram nenhum resultado efetivo, mas que ficam bonitos nos relatórios. Por exemplo, gostos e comentários no Facebook não são tão importantes como conversões para o website. É essencial que os gestores se foquem no que realmente tem importância para o resultado final.

Avaliar frequentemente

Um KPI deve ser analisado com frequência pois só com um acompanhamento constante é que é possível entender se estamos a caminhar na direção certa ou não. Deve optar sempre por indicadores que podem ser medidos facilmente e de forma frequente, para que possa tomar decisões no dia-a-dia com base em informação fiável e atualizada.

Torne os indicadores dinâmicos

Um indicador que ontem era bastante importante, hoje pode ter perdido parte da sua importância. As empresas são organismos vivos e dinâmicos e como tal as mudanças devem ser acompanhadas em todas as áreas da empresa. Avalie pelo menos a cada três meses se os indicadores que tem “ativos” são os mais adequados tendo em conta o período que a empresa atravessa.

Não complique!

UM KPI precisa de ser simples para que toda a equipa seja capaz de compreendê-lo. Se utilizar termos demasiados técnicos e pretender avaliar relações entre valores altamente complexos, vai confundir a equipa, que passará a trabalhar sem saber bem para que objetivo. Um KPI simples é entendível para todos os colaboradores, sendo por isso mais fácil atingir os objetivos e avaliar a performance.

Definir indicadores de desempenho é essencial para que consiga obter sucesso no seu negócio. Trabalhar sem saber para que lado o negócio está a ir é o primeiro passo para o fracasso. É fundamental que tenha a consciência de que definir indicadores é um trabalho que merece a sua atenção e dedicação, pois só desta forma conseguirá envolver toda a equipa de trabalho na prossecução dos objetivos empresariais globais!

 

Faça download do nosso e-book gratuito sobre a relação dos KPI’s e o cumprimento dos objetivos. Conheça ainda todas as vantagens de uma ferramenta de monitorização do seu negócio!

Tudo o que precisa de saber sobre a relação entre BAM e KPI

Tudo o que precisa de saber sobre a relação entre BAM e KPI

Posted on Leave a commentPosted in Definição de métricas de negócio

Conheça a relação entre BAM e KPI’s

Já falamos no blog sobre as ferramentas BAM e sobre a sua importância para a continuidade dos negócios. Neste artigo, vamos abordar a relação entre as ferramentas de monitorização do negócio e os KPI’s!

O que é um KPI?

KPI significa key performance indicator, isto é, indicador-chave do desempenho. No mundo empresarial, os KPI’s são medidas quantificáveis que servem para entender se os objetivos da empresa estão a ser atingidos ou se é necessário modificar a estratégia para os alcançar. Por exemplo, o KPI da produtividade é muito importante para medir a capacidade produtiva de um colaborador. Este indicador mostra-nos a relação entre o trabalho produzido por um colaborador e os recursos utilizados para o efeito. Por exemplo: um operário instala 20 m2 de piso numa hora. O seu colega consegue instalar apenas 17 m2 de piso numa, sendo menos produtivo que o primeiro.

Relação entre BAM e KPI’s

As empresas que decidem investir num sistema BAM devem ter mecanismos para medir continuamente o negócio, pois só com uma análise constante é que o investimento faz sentido.

Para que um sistema BAM seja bem implementado e apresente resultados práticos é necessário seguir algumas boas práticas, das quais se destacam as seguintes:

– Levantamento dos processos críticos do negócio

– Definir quais as métricas que é necessário analisar

– Encontrar a melhor forma de compilar as informações presentes nos diversos sistemas

– Apresentar a informação num dashboard intuitivo e adaptado às necessidades de cada usuário

– Garantir o histórico dos dados e fazer projeções com base na análise dados em tempo real x dados históricos

– Análise constante dos resultados

Analisar o desempenho de forma constante garante que se dedique uma maior atenção ao cumprimento dos objetivos. Um processo eficiente deve ser planeado e controlado.

O acompanhamento contínuo do desempenho assume um papel de grande relevância no planeamento e posterior controle, pois fornece informações sobre processos desenvolvidos pela organização. A eficácia de qualquer estratégia de controle depende em grande medida da correta adequação das métricas de desempenho desenvolvidas e dos KPI’s.

Se quiser saber mais sobre a importância das ferramentas de monitorização faça o download gratuito do nosso ebook e entenda como um sistema BAM pode mudar toda a gestão do seu negócio!

Conheça as principais métricas para avaliar o seu desempenho nas redes sociais

Conheça as principais métricas para avaliar o seu desempenho nas redes sociais

Posted on Leave a commentPosted in Definição de métricas de negócio

Já não é novidade de que as redes sociais têm um papel cada vez mais importante no mundo dos negócios. O consumidor atual “vive online” e é muito importante que a sua marca/empresa esteja presente nas redes sociais onde o seu target marca presença. Para garantir o sucesso da sua presença nas redes sociais não basta criar conteúdo e publicá-lo com frequência: é necessário que avalie continuamente o sucesso das suas ações. Neste artigo apresentamos-lhe as principais métricas para avaliar o seu desempenho nas redes sociais!

Número de seguidores/gostos

Esta é a métrica mais básica para qualquer rede social, mas apesar de ser básica é muito importante pois mostra-nos o crescimento de uma página ao longo do tempo e a audiência que temos disponível de cada vez que queremos comunicar. Contudo, esta é uma métrica que sozinha não tem grande relevância, pois se não houver interação por parte dos seguidores, em termos concretos não se ganha nada. Um grande número de seguidores/gostos é importante ainda para criar uma imagem de credibilidade para quem visita o perfil pela primeira vez. Uma empresa que tem milhares de seguidores no Facebook certamente que vai causar uma melhor impressão do que uma que tem poucos seguidores.

Alcance das publicações

O alcance das publicações nada mais é do que o número de pessoais às quais as suas publicações chegam. No Facebook, por exemplo, esse alcance é cada vez menor, devido ao novo algoritmo. Neste ponto é importante distinguir entre alcance orgânico e alcance pago. O alcance orgânico é o alcance que consegue ter gratuitamente, apenas através da publicação e eventuais interação com ela por parte dos seguidores. Já o alcance pago é o alcance conseguido através de publicações patrocinadas e após definição do target pretendido atinge um grande número de utilizadores.

Engajamento

Ter uma audiência elevada não é muito significativo se olharmos para a métrica de forma isolado. Mais importante do que o número de seguidores é a interação que esses seguidores têm com a sua marca/empresa. Medir o engajamento (número de reações à publicação, comentários, partilhas) é fundamental para conseguir acompanhar a eficácia do seu conteúdo. Em todas as redes sociais este engajamento é muito importante.

Conversões

A conversão é um dos aspetos mais importantes de todas as ações que efetuamos nas redes sociais. Nenhuma empresa cria conteúdo para Facebook, Instagram ou Linkedin apenas por criar: o objetivo é sempre atingir uma conversão, seja ela o donwload de um e-book, uma visita ao website e até mesmo a venda. Avaliar semanalmente o número de conversões pelas redes sociais permite-nos perceber o desempenho e eficácia das nossas publicações bem como definir uma nova estratégia caso seja necessário.

O Multipeers é um sistema de monitorização do negócio que permite analisar o seu negócio a cada momento, incluindo a sua performance nas redes sociais. Acompanhar em cada segundo o que se passa com a sua marca é essencial para que possa tomar decisões assertivas e em tempo útil.

Os maiores erros na definição de indicadores de negócio

Os maiores erros na definição de indicadores de negócio

Posted on 1 CommentPosted in Definição de métricas de negócio

Evite os maiores erros na definição de indicadores de negócio

Definir indicadores de negócio de modo consciente é fundamental para se conseguir analisar o negócio objetivamente. É essencial que os indicadores analisados mostrem aos gestores o caminho a seguir, de modo a corrigirem-se erros e aplicarem-se novas estratégias. Existe ainda muita dificuldade em definir indicadores de negócio e neste artigo apresentamos os maiores erros que acontecem quando chega a hora de decidir que indicadores vamos analisar.

Soluções de monitorização erradas

A equipa que tem a responsabilidade de escolher os softwares de gestão muitas vezes não tem conhecimentos sobre as verdadeiras necessidades dos utilizadores destas ferramentas. Assim sendo, quem deve optar por escolher o software mais apropriado são os próprios gestores pois são eles que conhecem com pormenor os problemas que enfrentam diariamente. Cada vez mais os softwares de monitorização são simples e intuitivos, permitindo que qualquer pessoa, mesmo sem conhecimentos técnicos, entenda o seu modo de funcionamento.

Utilizar o Excel como plataforma de gestão de indicadores

O Excel é provavelmente a ferramenta mais utilizada em todo o Mundo nas empresas e é apreciado por apresentar uma interface simples de executar algumas funções muito usadas, como cálculos e planilhas. Contudo, o Excel apresenta pontos fracos que residem na qualidade e coerência da informação gerada. Os processos manuais do Excel são muito passíveis de falhas. Assim, é necessário reduzir o trabalho manual realizado no Excel. O Excel deve ser encarado como um visualizador de dados e não como um gerador de informação.

Olhar para o banco de dados como a solução para todos os problemas

Os bancos de dados são uma peça-chave de muitos sistemas analíticos, mas não deve ser encarado como a solução para todos os problemas de informação. Os bancos de dados não devem ser implantados antes de se analisar com pormenor as reais necessidades da organização. Para evitar este erro é preciso identificar o melhor método de integração e conhecer bem o acesso às informações.

Adquirir produtos de gestão para análises gerais

Quando o negócio não tem objetivos específicos bem definidos qualquer ferramenta serve pois só se consegue analisar o negócio de um modo muito superficial. Os softwares de monitorização do negócio devem ser aplicados quando a organização tem consciência das suas reais necessidades e quando sabe quais os indicadores que devem ser analisados para melhorar o seu desempenho.

Saiba como criar métricas relevantes para o seu negócio

Saiba como criar métricas relevantes para o seu negócio

Posted on Leave a commentPosted in Definição de métricas de negócio

Como criar métricas relevantes para o seu negócio?

Para que uma empresa consiga obter sucesso e resultados positivos, é fundamental que se definam as métricas mais importantes que nos permitam avaliar a rentabilidade e produtividade do negócio. Hoje em dia, com a possibilidade de termos dados em tempo real, é mais fácil termos acesso à informação. Mas será que sabe como criar métricas relevantes para o seu negócio? Neste artigo, deixamos-lhe algumas dicas!

Agrupar os dados: com soluções como o Multipeers, é possível agregar todos os dados da empresa num mesmo local, apresentando-os de forma simples e apelativa. Deste modo, o tempo gasto a procurar a informação é mais reduzido e as decisões tomadas são mais conscientes e fundamentadas.

Tornar os dados importantes: os dados recolhidos têm que ter um fundamento e um objetivo, caso contrário perdem toda a sua importância. Assim, é fundamental que na hora de recolher dados já saibamos o que pretendemos analisar com eles.

Criar a própria definição de sucesso: cada departamento deve definir com clareza em que ponto é que atingem o nível de sucesso, tendo em conta que devem ser realistas pois se colocarem valores demasiado irreais, o nível de frustração poderá ser maior. As métricas que analisam em cada departamento devem estar de acordo com esta definição de sucesso.

Cada negócio tem as suas especificidades, mas existem métricas que devem ser sempre analisadas, pois dão-nos uma boa visão sobre o estado atual da empresa. Cada negócio é único mas existem sempre métricas que são abrangentes a todas as áreas de negócio.

Destacamos a taxa de conversão que é a contabilização de quantas conversões foram feitas em relação ao tráfego total que o site da empresa teve e o custo de aquisição de cada cliente é a soma do total gasto com marketing e vendas a dividir pelo número total de clientes.