Definição de métricas de negócio

As melhores práticas para a definição de KPI’s

As melhores práticas para a definição de KPI's

Ter KPI’s definidos é essencial para o bom desempenho de uma empresa. Os KPI’s são os indicadores-chave de desempenho que nos indicam em que estado o negócio se encontra e quão longe (ou perto) estamos de cumprir os objetivos estabelecidos. Com base nos indicadores e no desempenho da empresa, os gestores podem tomar decisões mais assertivas e informadas. Contudo, os KPI’s só se revelam úteis se forem definidos da forma correta. No artigo de hoje, vamos abordar as melhores práticas para a definição de KPI’s.

Defina indicadores mensuráveis

Para que um indicador seja bem definido é necessário que seja possível medi-lo facilmente, ou seja, deve optar sempre por indicadores quantitativos e não qualitativos. No caso dos indicadores qualitativos, existe uma grande probabilidade de haver uma avaliação subjetiva. Por exemplo, em vez de ter como objetivo melhorar as vendas, estabeleça um indicador sobre a taxa de conversão em vendas.

Não complique

Os KPI’s devem ser simples, para que toda a equipa seja capaz de compreendê-los. Se complicar muito um KPI corre o risco de não conseguir extrair qualquer informação útil da sua análise. E se os colaboradores não entenderem o indicador podem ficar desmotivados, o que prejudica todo o desempenho da empresa.

Defina indicadores adequados à realidade do negócio

Nem todos os indicadores servem para todas as empresas. Há indicadores que se adequam a um tipo de negócio, mas que não fazem qualquer sentido noutras áreas de atividade. Definir indicadores apenas por definir vai criar ruído prejudicial à performance dos colaboradores e isso terá um impacto negativo nos resultados finais da empresa.

Avalie os KPI’s com frequência

Um KPI deve ser analisado com frequência pois só com um acompanhamento constante é que é possível entender se estamos a caminhar na direção certa ou não. Deve optar sempre por indicadores que podem ser medidos facilmente e de forma frequente, para que possa tomar decisões no dia-a-dia com base em informação fiável e atualizada.

Torne os indicadores dinâmicos

Um indicador que ontem era bastante importante, hoje pode ter perdido parte da sua importância. As empresas são organismos vivos e dinâmicos e como tal as mudanças devem ser acompanhadas em todas as áreas da empresa. Avalie pelo menos a cada três meses se os indicadores que tem “ativos” são os mais adequados tendo em conta o período que a empresa atravessa.

Definir indicadores de desempenho é essencial para que consiga obter sucesso no seu negócio. Trabalhar sem saber para que lado o negócio está a ir é o primeiro passo para o fracasso. É fundamental que tenha a consciência de que definir indicadores é um trabalho que merece a sua atenção e dedicação, pois só desta forma conseguirá envolver toda a equipa de trabalho na prossecução dos objetivos empresariais globais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *