7 Lições de Steve Jobs para gerir melhor o seu negócio

7 Lições de Steve Jobs para gerir melhor o seu negócio

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

O nome de Steve Jobs não deixa ninguém indiferente. Além das incríveis tecnologias que desenvolveu ao longo da sua vida, Steve Jobs também deixou uma história que inspira ainda muito empreendedores e gestores. A sua forma única de enfrentar os desafios e de gerir pessoas é uma inspiração para muitos profissionais. No artigo de hoje, destacamos as 7 principais lições de Steve Jobs para gerir melhor o seu negócio!

Aceite que não pode fazer tudo sozinho

Muitos gestores pensam que conseguem fazer tudo sozinhos e isso é um grande erro, pois pode até comprometer toda a atuação da empresa. Ouvir a opinião das equipas de trabalho é essencial para conhecer outros pontos de vista e outras formas de resolver o mesmo problema. Steve Jobs não criou o iPhone sozinho e dava imenso valor à opinião daqueles que o rodeavam.

Mantenha o foco mesmo no meio do caos

Todos os gestores precisam de foco para orientar o seu trabalho. Quando Steve Jobs chegou à Apple, encontrou um cenário caótico, onde várias versões do Macintosh estavam a ser produzidas em simultâneo. Foi necessário orientar a equipa de trabalho, mantendo o foco em dois produtos: um computador portátil e uma versão Desktop. O resultado final foram dois produtos bem conseguidos e que respondiam às necessidades reais dos clientes.

Faça aquilo de que realmente gosta

Atualmente, não é fácil trabalharmos apenas naquilo que gostamos, mas ter paixão pelo nosso trabalho vai fazer toda a diferença nos resultados finais. Jobs gostava muito da área em que trabalhava e por isso empenhava-se mais do que a maioria das pessoas. Só com verdadeira paixão pelo nosso trabalho é que conseguiremos ser felizes todos os dias!

Simplifique os processos

“A simplicidade é a sofisticação definitiva”: este era o lema de marketing da Apple. Steve Jobs desejou que todas as ações do iPhone se concretizassem em 3 cliques apenas. É fundamental que as empresas ofereçam soluções práticas e simples aos seus clientes, pois o consumidor de hoje é muito exigente e gosta de soluções prontas a usar e fáceis de manusear.

Aprenda com os erros

Até os melhores profissionais erram e Steve Jobs não foi exceção. Muitos gestores ficam frustrados quando erram e não conseguem triar partido das lições que todos os erros têm para nos oferecer. Depois de uma queda, é preciso ter força suficiente para se erguer e isso consegue-se através de uma análise objetiva e realista sobre o que correu mal.

Não se acomode

Muitas empresas acomodam-se quando atingem o patamar de sucesso desejado. É um erro pensar que podem acomodar-se e que já não precisam de se esforçar mais para agradar os clientes. A inovação e a procura de melhorias deve ser uma constante na ação das empresas, pois só assim conseguirão ter negócios dinâmicos e rentáveis.

Procure a perfeição em tudo o que faz

Não basta entregar o que é aceitável: é preciso ir mais além e procurar fazer sempre o melhor possível. A perfeição é um conceito subjetivo, mas se cada colaborador e gestor de uma empresa fizer o seu máximo em todas as tarefas, o resultado final será excecional e será muito difícil que a concorrência consiga fazer melhor!

 

5 filmes inspiradores sobre gestão de pessoas

5 filmes inspiradores sobre gestão de pessoas

Posted 1 CommentPosted in Dicas de Gestão

A gestão das pessoas é uma das áreas mais importantes nas empresas, mas infelizmente é uma das mais subvalorizadas. O público interno é o principal público da empresa, pois é através das ações dos colaboradores que a imagem da empresa é criada para os públicos externos. Existem filmes com lições muito valiosas sobre gestão de pessoas e no artigo de hoje selecionamos 5 filmes inspiradores que todos os gestores devem assistir!

Charlie and the Chocolate Factory

Apesar de ser um filme excêntrico e com muita fantasia, temos a visão de um processo seletivo muito eficaz. Willy Wonka é o dono da fábrica e cria uma vaga nova para levar 5 crianças a conhecer a fábrica de chocolates, passando por diversos desafios, que são autênticas dinâmicas de grupo. Willy Wonka tinha todo o processo pensado e com todas as particularidades definidas, tal como um processo seletivo deve ser. Neste filme, vemos que o anúncio certo atrai as pessoas certas, com o perfil ideal para a vaga. Quem passasse por todos os desafios, ficaria com a vaga. Este filme é muito bom para nos mostrar que o planeamento é essencial em todas as fases dos recursos humanos.

Rocky

Todos os filmes do Rocky, estrelados por Sylvester Stalone, mostram-nos um discurso motivacional com capacidade de nos fazer começar a trabalhar de imediato em todos os nossos planos e realizar tudo aquilo com que sempre sonhamos. O Rocky tem uma capacidade de liderança incrível e todos os gestores de recursos humanos deveriam ser um pouco como ele! Este filme também é essencial para a gestão de recursos humanos pois mostra-nos as dificuldades que vamos encontrando pelo caminho até atingirmos o sucesso. A lição principal é que apesar das dificuldades que vão aparecendo, devemos ser capazes de nos mantermos fortes para continuar a lutar!

The Devil wears Prada

Este é um filme obrigatório! Tem um elenco repleto de bons atores e conta-nos a história de Miranda, uma executiva da Runaway Magazine, que contrata uma assistente e a relação entre elas é muito inspiradora. Este filme mostra-nos que o nosso emprego de sonho pode estar muito longe da perfeição e que as más influências no trabalho e o excesso de competitividade pode interferir negativamente em toda a nossa vida. É um filme inspirador sobre gestão de pessoas, que mostra que o bom ambiente no local de trabalho é essencial para o sucesso de uma empresa.

The Internship

Este filme conta a história de dois vendedores experientes que começam a trabalhar como estagiários no Google. Para garantirem o lugar, precisam de entrar numa competição com outros candidatos. No início, encontram dificuldades devido à grande diferença de idades e de conhecimentos entre eles e a nova geração. Contudo, no final conseguem aprender com os mais novos e os mais novos também aprendem com eles. Este filme ensina-nos quão importa é valorizar o conhecimento da sua equipa. Apesar da posição de gestão que ocupa, deve ter em conta que toda a gente tem algo para ensinar e que pode aprender bastante com os seus colaboradores. Incentive a partilha de ideias e conhecimentos entre os colaboradores, pois assim sentir-se-ão mais motivados para evoluir e trabalhar melhor.

The Imitation Game

Este é um filme baseado em fatos reais que nos conta a história Alan Turing, um matemático com uma inteligência acima da média, que é bastante anti social. O filme passa-se durante a Segunda Guerra Mundial. Na ocasião, o governo britânico contratou uma equipa que tinha o objetivo de descodificar um famoso código utilizado pelos alemães para transmitir as suas mensagens de guerra. O filme ensina-nos que trabalhar em equipa é fundamental e não desistir perante as adversidades é das mensagens mais importantes que deve transmitir aos seus colaboradores enquanto responsável pela gestão de pessoas.

7 hábitos que todos os líderes devem adotar

7 hábitos que todos os líderes devem adotar

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

Conheça os 7 hábitos mais importantes que todos os líderes devem adotar

Ter capacidade de liderança é ter aptidão para conduzir um grupo de pessoas que resulta numa equipa que produz bons resultados. O papel os líderes de uma empresa nem sempre é fácil: eles tem que ser capaz de gerir, motivar e incentivar as suas equipas para que elas se sintam comprometidas com os objetivos individuais e globais da organização. Neste artigo, apresentamos-lhe 7 hábitos que todos os líderes devem adotar para que a sua gestão seja eficaz!

Saber ouvir
É um conselho que cabe em qualquer área da vida pessoal e profissional. Como se costuma dizer, se temos dois ouvidos e apenas uma boca, devemos falar menos e ouvir mais! No mundo empresarial, o líder deve saber ouvir os seus colaboradores pois só assim será capaz de encontrar problemas e implementar melhorias. Quando o líder ouve os seus colaboradores, estabelece-se uma relação mais próxima entre eles e em conjunto conseguirão encontrar respostas que serão benéficas para a gestão.

Avaliar constantemente um negócio
“Um negócio que não produz nada além de dinheiro é um negócio pobre”: a célebre frase é de Henry Ford e ainda se mantém atual. Um bom líder deve avaliar um negócio como um todo e não se focar apenas no dinheiro. O gestor deve ser capaz de avaliar os aspetos financeiros, mas também os aspetos relacionados com a motivação dos colaboradores, condições de trabalho e impacto social do negócio.

Ser resiliente
A resiliência é a capacidade de saber lidar com a derrota e é uma das características que deve ser trabalhada para que se saiba ter sucesso. Todos os gestores têm que estar preparados para errar e fracassar. Um líder fraco, após uma derrota, vai sentir-se frustrado e vai deixar de correr riscos e inevitavelmente deixará de obter bons resultados. Um bom líder vai olhar para a derrota como “um degrau para o sucesso” pois ficarão motivados a fazer mais e melhor na próxima tentativa.

Simplificar os processos
“A simplicidade é a suprema sofisticação”: esta frase constava no primeiro flyer da Apple e era uma filosofia seguida pelo Steve Jobs. Steve Jobs eliminava todos os elementos acessórios e centrava-se apenas no que realmente era importante. Os gestores têm tendência a complicar tudo, desde a criação de relatórios até à realização de reuniões demoradas. Um bom gestor deve ser capaz de apresentar a informação à sua equipa de uma forma simples e de fácil entendimento para que o trabalho possa fluir a um bom ritmo. É muito por causa da necessidade cada vez maior desta simplicidade que surgiram softwares como o Multipeers, permitindo analisar a informação em tempo real de uma forma simples, prática e intuitiva.

Dar feedback
Um bom líder deve dar sempre uma opinião construtiva aos trabalhos realizados pela sua equipa. Quando não existe comunicação da parte do líder ou gestor, os colaboradores vão sentir-se desmotivadas e ficarão a achar que o seu trabalho não teve qualquer importância. Se um trabalho tiver muitos erros, o líder não deve criticar o colaborador em frente aos seus colegas pois isso terá um efeito negativo no seu trabalho. A crítica deve ser feita a sós e sempre de modo construtivo.

Saber delegar
É essencial que um líder saiba delegar tarefas. Caso contrário, vai ficar com excesso de trabalho e acabará por não conseguir terminar todas as tarefas. Muitas vezes os líderes não delegam porque não confiam suficientemente na equipa e isso faz com que tenha uma sobrecarga de trabalho, o que não é benéfico para ele nem para a equipa. O gestor tem que conhecer bem a sua equipa para saber a quem pode entregar cada tarefa.

Liderar pelo exemplo
“Olha para o que eu digo e não olhes para o que eu faço” é uma filosofia que não pode ser seguida no mundo empresarial. O líder é um espelho para os colaboradores e é o seu máximo exemplo. Mais importantes que as palavras são as atitudes e as ações e por isso, o líder deve ter como principal preocupação liderar pelo exemplo. Só através deste tipo de liderança é que ele vai conseguir que as pessoas o sigam e se comprometam a atingir os objetivos da organização.