5 Erros a evitar na gestão dos clientes

5 Erros a evitar na gestão dos clientes

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

O Cliente é a parte mais importante de uma empresa. As empresas cometem muitos erros na hora de lidar com os clientes e com as suas necessidades e esses erros levam muitas vezes à perda de clientes importantes. No artigo de hoje, falamos sobre os 5 erros a evitar na gestão de clientes.

Pressionar o Cliente

Muitas empresas cometem o erro de perseguir o cliente, seja através de telefonemas ou de e-mails. Quando existe um primeiro contacto, é preciso dar tempo ao cliente para que este possa avaliar a possível compra do produto ou serviço oferecido pela empresa. Ninguém gosta de ser incomodado constantemente e é preciso que as empresas ganhem a consciência de que vale mais a qualidade do contacto do que a quantidade de vezes que contactam os prospects.

Não conhecer o cliente e as suas necessidades

Um dos piores erros na gestão de clientes é tratar todos os clientes da mesma forma. É desagradável quando somos atendidos por um operador que parece robotizado e que tem um discurso ensaiado e não foge ao guião. As ferramentas CRM ajudam as empresas a conhecer cada um dos clientes, as suas necessidades e preferências. Também fornecem informação sobre o momento mais adequado para agir, seja pelo envio de uma campanha especial ou de uma amostra de produto. Pode conectar um sistema CRM a um sistema de monitorização de negócio como o Multipeers. Desta forma, terá informação em tempo real e sempre atualizada sobre os seus clientes.

Vender apenas uma vez

Muitos comerciais preocupam-se apenas com a venda única e não trabalham no sentido de fidelizar o cliente. É certo que a primeira venda é, na teoria, a mais difícil, visto que o cliente ainda não conhece a empresa e os produtos. Focar-se na venda única é um erro muito comum que pode fazer com que a empresa perca vendas no futuro. As equipas comerciais devem ter a preocupação de manter um contacto com o cliente de modo a orientá-lo para compras futuras e isso consegue-se através de um bom serviço pós-venda.

Complicar o atendimento ao cliente

Infelizmente há muitas empresas especialistas neste campo, sobretudo empresas de serviços de telecomunicações e internet. É muito aborrecido para um cliente ter que repetir o seu problema para três ou quatro pessoas diferentes. O atendimento ao cliente deve ser sempre o mais agradável e curto possível pois só assim é possível passar uma imagem de profissionalismo. Se o cliente precisa de falar com quatro pessoas antes de ver o seu problema resolvido, vai ficar com a sensação de que a empresa é desorganizada.

Não orientar e educar o cliente

Disponibilizar conteúdo relevante e útil para o cliente sobre os produtos ou serviços é uma forma de educar os clientes e de partilhar informação importante para que ele escolha o seu produto. Criar uma secção de perguntas frequentes, criar um blog sobre a área da sua atividade e ter uma presença assídua nas principais redes sociais são boas formas de educar o cliente sobre o seu produto.

A importância da tecnologia na gestão financeira

A importância da tecnologia na gestão financeira

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

A gestão financeira é uma das áreas mais importantes numa empresa. É essencial que os gestores tenham um conhecimento completo e atualizado sobre os gastos que acontecem no seu negócio, de modo a saberem quanto poderão investir no futuro. O fluxo de informação existente nas empresas atualmente é gigante, pelo que é obrigatório que as empresas adotem soluções tecnológicas adequadas às especificidades do seu negócio, para que possam tirar o máximo partido da ajuda que a tecnologia nos presta. No artigo de hoje, vamos abordar a importância da tecnologia na gestão financeira!

Centralização da informação

A partilha de informação na Internet, nomeadamente na Cloud, permite que todos os colaboradores tenham acesso ao mesmo documento, facilitando a sua consulta e edição. Contudo, os ERP’s são recursos muito completos que interligam todos os setores da empresa, informatizando os dados e automatizando os processos. Para completar a solução de ERP, a tecnologia fornece-nos outra solução: o sistema BAM. Softwares como o Multipeers permitem que a informação oriunda de todas as fontes de dados da empresa seja consultada num só dashboard e em tempo real, o que vai facilitar a tomada de decisões!

Tomada de decisão mais eficiente

Com um sistema que gere relatórios de forma simples e rápida, torna-se muito mais fácil tomar decisões estratégicas. Muitas vezes, as más decisões acontecem porque os gestores não têm um conhecimento real do que efetivamente se passa na empresa. Com o recurso à tecnologia, a informação torna-se mais acessível e as decisões tomadas serão mais assertivas e ponderadas.

Mobilidade: aliada da boa gestão

Os gestores passam algum tempo fora da empresa, em eventos e reuniões. Se antes isso era um problema para a gestão financeira, devido à tecnologia, tudo ficou resolvido. O Multipeers, por exemplo, permite que, além de poder consultar a informação em dispositivos móveis, defina alertas de negócio para determinadas ações. Por exemplo, se tiver uma cadeia de lojas e quiser ser alertado sempre que a meio do dia não tenha efetuado X valor de vendas, o Multipeers alertá-lo-á por SMS ou e-mail, para que possa, independentemente do local em que se encontrar, agir de imediato.

Comunicação de dados mais eficaz

A tecnologia melhorou a comunicação, visto que existem cada vez mais sistemas para transmitir informação, desde e-mails, softwares diversos, soluções na Cloud, entre outros. A comunicação interna sai bastante beneficiada com o uso correto da tecnologia, mas também houve melhorias significativas na comunicação com as instituições bancárias, visto que atualmente é possível efetuar transferências e consultar saldos e movimentos em qualquer lugar, a partir de um dispositivo móvel.

Aumento da produtividade

Tendo softwares mais eficientes, a automatização dos processos acontece de forma mais fácil, o que faz com que cada colaborador se possa dedicar a tarefas que realmente precisam da máxima atenção. O resultado final, a médio e longo prazo, será um aumento da produtividade geral, o que se irá refletir nos lucros da empresa e na gestão financeira.

As principais vantagens da gestão documental para as empresas

As principais vantagens da gestão documental para as empresas

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

Gestão documental: conheça as principais vantagens para as empresas

A gestão documental é essencial para o bom funcionamento de uma empresa. Hoje em dia, existem cada vez mais dados nas empresas, o que dificulta o acesso rápido à informação, potencia a perda de documentos e complica a tomada de decisões. A implementação de um sistema de gestão documental permite que as empresas consigam gerir a sua informação não estruturada. Neste artigo vamos abordar as principais vantagens da gestão documental para as empresas!

Desmaterialização

Um sistema de gestão documental permite que os documentos em papel sejam digitalizados, dando origem a documentos eletrónicos que são classificados e ficam disponíveis segundo determinados critérios. Desta forma, será muito mais fácil consultar faturas e contratos, por exemplo.

Controlo dos fluxos de informação

Com um sistema de gestão documental torna-se mais fácil garantir a segurança da informação pois existe conhecimento sobre o local onde esta se encontra. Com estes sistemas, também se consegue definir processos e garantir que estes são cumpridos a partir do momento em que um novo documento chega à organização até ao seu tratamento e catalogação.

Redução de custos e aumento da produtividade

Esta é a vantagem que mais agrada aos gestores. Como existe maior rapidez na disponibilização, acesso e tratamento dos documentos, os colaboradores ficam livres para desempenhar outras tarefas que tragam produtividade à empresa. A redução de custos é uma consequência deste aumento de produtividade. Outro fator que contribui para a poupança é a menor necessidade de espaço de armazenamento, o que constitui uma despesa pesada na maior parte das empresas.

Pesquisa facilitada

Os sistemas de gestão documentam fornecem um motor de busca capaz de realizar pesquisas de documentos pelo seu conteúdo ou características, localizando de imediato o mesmo, em qualquer momento e em qualquer lugar. Os documentos podem ainda ser conectados a sistemas de monitorização do negócio como o Multipeers, tornando-se fontes de dados importantes para a tomada de decisões.

Redução do número de documentos

A utilização de software especializado em automação de processos é essencial para as organizações e permite que se reduza o número de documentos. As vantagens são imensas, começando pela facilidade em encontrar a informação até à diminuição (ou até mesmo eliminação) do uso de papel nas empresas.

Menor risco de perda de informação

Os documentos em papel são mais difíceis de catalogar e mais suscetíveis de se perderem. Com o grande volume de informação que chega às empresas diariamente, torna-se humanamente impossível gerir todos os dados disponíveis. Com o uso de um sistema de gestão documental é mais fácil guardar a informação e garantir que nenhum dado importante se perde.

A situação económica atual faz com que as empresas tenham como objetivos principais aumentar a produtividade e reduzir custos. A tecnologia, quando bem utilizada, é um importante aliado da gestão de empresas e contribui em grande escala para melhores níveis de rendimento.

Conheça os ganhos de fazer a gestão integrada da sua empresa

Conheça os ganhos de fazer a gestão integrada da sua empresa

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

Fazer a gestão integrada de uma empresa não é fácil. São muitas variáveis influenciadoras e sem ter um bom controle sobre todas elas fica difícil encontrar boas soluções.

E ter o controle de tudo que se passa dentro da sua empresa já foi algo extremamente inviável. Atualmente existem boas soluções que permitem esse tipo de análise e, assim, garantem que você possa tomar as melhores decisões de acordo com o que precisa para o seu dia-a-dia.

A melhor solução é fazer uma gestão integrada da sua empresa, interligando as mais variadas informações de rotina e garantindo agilidade na hora de tomar decisões e fazer o acompanhamento. Embora pareça algo complexo, um ERP pode ser tudo que você sempre precisou.

Conheça os ganhos de fazer a gestão integrada da sua empresa

O que é um ERP (sistema integrado de gestão)?

Um sistema ERP online nada mais é do que um software que é responsável pela organização de muitas atividades diversas de uma empresa, facilitando o acesso e o acompanhamento por cada gestor de qualquer lugar e em tempo real (pode conectar o seu ERP ao Multipeers).

E esse tipo de software não se limita apenas ao processo de recebimento dos dados, mas também apresenta análises e relatórios de grande importância para um gestor de qualquer tipo de empresa. É, sem dúvidas, uma ferramenta essencial para controle e análise organizacional.

Nele é possível realizar cadastro de clientes, controle financeiro, controle de estoque, emissão de notas fiscais eletrônicas dentro diversas outras funcionalidades. Ademais, não há o isolamento de informações por área ou setor da empresa. Os responsáveis irão lançar alguns dados no sistema e ele apresentará todos de maneira conjunta ao gestor.

Os ganhos de fazer a gestão integrada da sua empresa

Existem diversas razões para que você cogite seriamente usar um sistema de gestão integrada para aumentar a eficiência da sua empresa. Mais do que um simples sistema, essa ferramenta é uma grande revolução sobre gerenciamento de informações.

E tudo isso começa no sentido de centralizar tudo em um único lugar. O mais comum é encontrar empresas que apresentam diferentes programas para cada atividade. Ou seja, um software para o controle logístico, outro programa para contas a pagar, um terceiro para o controle da área de recursos humanos e assim sucessivamente.

O problema desse tipo de operação é justamente a dificuldade em obter análises e relatórios já que tudo que é registrado fica espalhado em programas diferentes. Com isso a unificação é obrigatoriamente feita por uma pessoa – o que não apenas torna o processo mais lento, como ainda aumenta a possibilidade de erros.

Um ERP elimina toda essa dificuldade na medida em que todas as áreas de uma empresa podem trabalhar com a mesma ferramenta. Assim, o gestor consegue acompanhar os processos de maneira centralizada – e tudo sem qualquer dificuldade.

Conheça os ganhos de fazer a gestão integrada da sua empresa

A empresa na palma da sua mão

Essa centralização das informações é especialmente importante para o gestor que identifica problemas na rotina organizacional. É comum encontrar casos em que os erros acontecem justamente em função de erros no modelo de controle da informação (muitas vezes realizados em planilhas manuais).

É o caso, por exemplo, de pagamentos. Quantas empresas não perdem dinheiro simplesmente pela falta de organização ou por não perceber que não terá recursos suficientes para quitá-las? Com o ERP tudo fica mais fácil já que o controle de tudo estará na palma da sua mão.

Para o gestor o melhor é o acompanhamento em tempo real de tudo que é lançado no sistema. Assim, quando você souber que algo precisa ser pago em um dia e não encontrar o lançamento já poderá cobrar o setor responsável, mitigando os erros que eventualmente venham a acontecer.

E não é apenas internamente que um sistema de gestão integrada garante bons resultados, mas também sobre as vendas. Isso porque o controle também é feito em tempo real, inclusive com cadastro de clientes – permitindo acompanhamento não apenas de resultados, mas também de fidelização e satisfação.

O sistema ainda permite que todo processo de venda seja feito de maneira simplificada – desde o orçamento inicial, passando pelo relacionamento e encarregando-se da emissão da nota fiscal.

Aproveite os ganhos de fazer a gestão integrada da sua empresa

Enfim, existem inúmeras razões para aderir ao ERP dentro da sua empresa. Controle, processos, gerenciamento da informação… Tudo isso vem de maneira a facilitara vida dos gestores independente do ramo de atuação. Não é apenas um software: trata-se de uma evolução completa da sua empresa.

Caso queira saber mais sobre como funciona um software de gestão empresarial e como ele pode aumentar os resultados e produtividade da sua empresa, fale connosco!

 

Um artigo by: https://gestaoclick.com.br/

Conheça as 4 fases de um desastre informático e saiba como proteger-se

Conheça as 4 fases de um desastre informático e saiba como proteger-se

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

Os desastres informáticos existem e desengane-se quem pensa que só acontece aos outros. As causas para acontecerem são imensas: infraestruturas desadequadas, profissionais sem qualificação suficiente, falta de software de segurança, entre muitas outras. Neste artigo, vamos falar sobre as fases de um desastre informático e dar-lhe algumas dicas para que possa proteger-se e evitar estas situações no futuro!

Fase da preocupação

Após um desastre, e caso a empresa não esteja devidamente protegida, surge uma onda gigante de preocupação. “Será que perdemos todos os dados?”: a resposta afirmativa a esta pergunta pode resultar numa quebra de produtividade e refletir-se-á no lucro da empresa. A empresa, nesta fase inicial do desastre informático, sente-se perdida e não consegue reorganizar-se de modo a continuar a produzir normalmente.

Fase da aceitação e compreensão

Após a fase inicial do pânico e da preocupação, chegou a hora de analisar o verdadeiro impacto que o desastre vai ter para a empresa. Assim, é necessário avaliar o que é preciso refazer, que dados foram mais afetados, entre outros aspetos imprescindíveis ao bom funcionamento da empresa.

Fase de refazer o que já estava feito

Esta é a fase em que terá que organizar o trabalho que já tinha sido feito anteriormente. Por vezes, um desastre informático deita por terra trabalho feito há anos. É importante ter consciência de que nesta fase o trabalho antigo e o trabalho atual se vão sobrepor, o que fará a carga de trabalho dos colaboradores aumentar significativamente. É necessário fazer uma boa gestão do tempo para não perder o trabalho antigo e ao mesmo tempo não prejudicar as tarefas atuais.

Fase da normalidade

Depois de toda a confusão gerada pelo desastre informático, chegou a hora de voltar à normalidade. Não será uma tarefa fácil, visto que um desastre informático deixa sempre sequelas, mas aos poucos a empresa voltará a entrar na sua rotina habitual. É fundamental que depois de uma situação deste tipo, as empresas se protejam e garantam que em desastres futuros têm o controlo sobre os seus dados.

Planos de disaster recovery

Planos de disaster recovery são essenciais para planear ações que garantem que um desastre não interfere no desempenho da empresa. Além desta ação proativa, os planos de disaster recorvery têm também uma ação reativa, através da ação da execução de ações de emergência, planeadas previamente e que garantem a resolução imediata de problemas. O disaster recovery define-se ainda como o conjunto de procedimentos a executar em situações de crise. O objetivo final é saltar os dados da sua empresa para que a sua informação se mantenha sã e salva.

“Vale mais prevenir do que remediar” é uma verdade absoluta no que diz respeito a desastres informáticos. Conheça as soluções da IT PEERS a nível da segurança e garanta que não perde informações valiosas mesmo nas situações mais extremas!