A importância da tecnologia na gestão de equipas

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

Gerir uma equipa e conseguir que haja uma comunicação eficaz entre todos os membros não é uma tarefa fácil. A tecnologia tem um papel muito importante nesta área, visto que ajuda a reduzir o ruído da comunicação, estimula a boa comunicação entre todos e reduz custos. No artigo de hoje vamos abordar a importância da tecnologia na gestão de equipas!

De que forma a tecnologia melhora a gestão de equipas?

O uso da tecnologia adequada permite que os colaboradores se mantenham produtivos e conectados durante todo o dia. As ferramentas adequadas ajudam a definir prioridades e acompanhar tarefas, bem como a gerir as relações dentro da equipa, evitando conflitos e minimizando erros de comunicação. Com recurso a programas informáticos e aplicações, os gestores são capazes de comunicar mais facilmente a sua estratégia e objetivos e de definir KPI’s para os colaboradores.

Existem várias ferramentas que ajudam os gestores a comunicar mais eficazmente com a sua equipa. Vamos conhecer o nosso top 4!

Ferramentas de mensagens instantâneas

Ferramentas como o Skype e o Whatsapp são muito importantes para que os membros de uma equipa se mantenham contactáveis e para que comuniquem entre si. Apesar destas aplicações serem utilizadas para fins profissionais, também são importantes para criar coesão e ligação entre o grupo, facilitando a gestão de equipas.

Videoconferência

Esta ferramenta é muito útil para reuniões de grupo e permite que mesmo os elementos da equipa que estão longe participem na reunião. O gestor pode partilhar apresentações e relatórios com todos os participantes. Além disso, a videoconferência ajuda a reduzir custos em viagens e alojamentos e contribui para a redução da perda de produtividade quando algum colaborador viaja.

Cloud

O armazenamento na Cloud já é encarado como uma estratégia competitiva que responde às necessidades das pequenas, médias e grandes empresas. Empresas como Google e Microsoft disponibilizam servidores onde os arquivos são armazenados da mesma forma se armazenam num computador ou dispositivo móvel. Os ficheiros ficam armazenados a kilómetros de distâncias, mas através da Internet, por meio de um login e password, pode conectar-se à sua conta e aceder a todos os seus arquivos. Isto facilita a partilha de documentos por todos os membros de uma equipa.

Ferramentas BAM, para análise de dados em tempo real

O mundo dos negócios é cada vez mais acelerado e é essencial que um gestor saiba, a cada momento, o que se passa na sua empresa. Analisar relatórios com alguns dias significa ter uma ação reativa aos acontecimentos, o que pode trazer prejuízos para a empresa. Assim, a análise de dados em tempo real é cada vez mais essencial no mundo empresarial. O Multipeers é um sistema BAM que permite analisar o negócio ao minuto, através de uma plataforma onde se encontram todas as informações da empresa, oriundas das diversas fontes de dados. Isto permite uma tomada de decisão mais rápida e altamente efetiva e um profundo conhecimento do trabalho de cada colaborador, facilitando a gestão de equipas.

Top 5: Mitos sobre tecnologia que precisa de eliminar agora mesmo

Top 5: Mitos sobre tecnologia que precisa de eliminar agora mesmo

Posted Leave a commentPosted in Tecnologia e Gestão

Ao longo do tempo, muitas ideias erradas ficam enraizadas no nosso pensamento. O mundo da tecnologia é um dos mais ricos em mitos. Está na hora de eliminar ideias pré-concebidas que são falsas e que atrapalham a sua relação com a tecnologia! No artigo de hoje, abordamos os 5 principais mitos sobre tecnologia que precisa de eliminar agora mesmo!

“MacBooks são imunes a ataques de vírus”

Durante muito tempo, a Apple apregoou que os seus computadores, ao contrário das máquinas da Microsoft, eram imunes a vírus. Contudo, em 2012 um malware do tipo cavalo de Tróia afetou milhares de computadores Mac, deitando por terra o mito (bastante útil) da Apple. Ainda existem muitas pessoas que acreditam que Mac é completamente imune a ataques de vírus, mas isso é um mito!

“Carregar os dispositivos eletrónicos muitas vezes vicia a bateria”

Este é um dos principais mitos sobre tecnologia e era real até há uns anos. No entanto, as baterias modernas de iões de lítio são mais inteligentes, sabendo quando estão cem por cento carregadas e deixando de carregar quando atingem a bateria máxima. Aconselha-se que carregar computadores, tablets e telemóveis com 20% de carga é o ideal para a longevidade do aparelho.

“Não se deve investir em sistemas de gestão em momentos de crise”

Este é um dos mitos sobre tecnologia mais perigosos para a sobrevivência das empresas. Os momentos de crise obrigam as empresas a ter um maior controlo sobre as suas finanças. Por norma, nestes períodos existe uma diminuição do número de colaboradores, o que vai fazer com que os que estão na empresa fiquem sobrecarregados e os sistemas de gestão podem ser muito úteis nestas fases. A adoção de um sistema de gestão em momentos de recessão económica é essencial para garantir um maior controlo sobre gastos e orçamentos e permite agilizar processos, aumentado a produtividade da empresa. Investir num sistema de gestão pode ser o primeiro (e o mais importante) passo para sair de uma situação menos boa.

“Quanto mais ferramentas usar, mais produtivo será”

Por vezes, menos é mais e no caso das empresas e das ferramentas de gestão isto aplica-se. Muitos gestores acreditam que se utilizarem várias ferramentas em simultâneo vão ser mais produtivos, mas o que acontece é exatamente o oposto, pois o foco está disperso por diversos programas e fontes de dados. A nível de análise de dados, aconselha-se a utilização de uma ferramenta BAM como o Multipeers, pois o gestor será capaz de saber o que se passa na sua organização através de um único dashboard que coleta informações das diversas fontes de dados da empresa. Deste modo, o gestor não necessita de consultar 3 ou 4 programas, o que evita o desperdício de tempo e aumenta a produtividade.

“Basta manter o sistema atualizado para estar protegido”

Infelizmente, proteger o seu sistema de ataques informáticos não é assim tão simples. O facto de atualizar o sistema já coloca a empresa em risco, sendo por isso fundamental não ter as atualizações automáticas. É essencial que se analise todos os riscos da atualização, para perceber se após estar atualizado o sistema fica mais vulnerável. Apesar de ser importante manter os seus programas e sistemas atualizados, não é suficiente para prevenir ataques. É importante que forme os seus colaboradores para terem comportamentos corretos relativamente à segurança dos dados, pois esta é uma responsabilidade de todos os membros de uma organização.

Conheça os piores ataques informáticos de sempre

Conheça os piores ataques informáticos de sempre

Posted Leave a commentPosted in Notícias

Em vésperas de Halloween, vamos falar de um tema que é um verdadeiro filme de terror para os gestores de TI: ataques informáticos! Não é novidade de que os ataques informáticos estão cada vez mais sofisticados e que acontecem cada vez mais frequentemente. Do “simples” roubo de passwords até à eliminação de ficheiros importantes, os hackers estão cada vez mais criativos e as empresas têm a obrigação de adotar medidas adequadas para combater estes ataques. No artigo de hoje, vamos dar a conhecer os 5 piores ataques informáticos de sempre!


Ataque à RSA Security

Em março de 2011, as companhias de segurança Symantec e Kaspersky foram vítimas de várias tentativas de invasão às suas bases de dados. No entanto, o maior afetado pela onda de ataques foi a RSA Security, que viu os seus dados serem roubados por hackers que nunca foram identificados. Esta é uma situação muito grave pois a RSA Security é responsável pelo desenvolvimento de soluções que garantem proteger milhares de sistemas contra invasões. Quando nem uma empresa deste calibre está segura, significa que o utilizador comum deve ter muito cuidado e muito receio de eventuais ataques!

“The Homeless Hacker”

Adriano Lamo invadiu os sistemas do New York Times, Google, Yahoo e Microsoft e foi detido em 2003. Ficou conhecido como o hacker “sem teto” pois fazia as suas ações a partir de cafés e bibliotecas. Foi preso após 15 meses de investigação e atualmente luta contra os ataques informáticos. Recentemente denunciou Chelsea Manning, uma militar que roubou dados confidenciais do governo americano.

ASTRA

Este hacker nunca foi identificado publicamente. Acredita-se que seja um matemático de 58 anos, preso em 2008 após hackear os sistemas de informação da empresa Dassault. Durante 5 anos, ASTRA conseguiu roubar informações confidenciais de aviões militares, vendendo-os para pessoas de diferentes países e causando um prejuízo de 360 milhões de dólares à empresa.

Vírus MyDoom

O MyDoom foi um vírus que causou grandes prejuízos em 2004. Chegava aos utilizadores através do e-mail e conseguia criar um acesso ao sistema operacional do computador, ganhando liberdade para fazer todos os estragos que quisesse. Este vírus conseguia também falsificar e-mails e criava uma base de dados automaticamente com os e-mails das vítimas futuras.

Teste de tamanho e conhecimento da Internet

Um teste para conhecer o tamanho da Internet foi realizado em 1988. Nesse dia, Robert Tappan Morris gravou o seu nome na história para sempre, mas não pelos melhores motivos. Ele foi o criador de uma das maiores pragas virtuais de sempre. O worm que ele criou saiu do controlo e infetou milhares de computadores, que deixavam de funcionar corretamente em pouco tempo. Muitas empresas perderam milhares de dólares por causa deste ataque. Morris teve que pagar uma avultada multa e cumprir serviço comunitário. O código do worm que ele criou hoje em dia está exposto numa disquete em destaque no Museu da Ciência de Boston.

Os ataques informáticos são verdadeiramente aterradores. E hoje é um dia muito propício a brincadeiras deste tipo. Proteja os seus dados e tenha um bom Halloween!

7 Vantagens do armazenamento na Cloud

7 Vantagens do armazenamento na Cloud

Posted 1 CommentPosted in Tecnologia e Gestão

O armazenamento na Cloud já é encarado como uma estratégia competitiva que responde às necessidades das pequenas, médias e grandes empresas. Empresas como Google e Microsoft disponibilizam servidores onde os arquivos são armazenados da mesma forma se armazenam num computador ou dispositivo móvel. Os ficheiros ficam armazenados a kilómetros de distâncias, mas através da Internet, por meio de um login e password, pode conectar-se à sua conta e aceder a todos os seus arquivos. Neste artigo apresentamos-lhe as 7 principais vantagens do armazenamento na Cloud!

Flexibilidade

Diversas empresas fornecem soluções flexíveis e de acordo com as necessidades específicas de cada empresas. Deste modo, não existe a necessidade uma empresa comprar mais espaço na Cloud do que aquele que realmente necessita, o que se torna uma vantagem a nível de custos. Se houver necessidade de aumentar o tamanho do armazenamento na Cloud também é possível fazer esse upgrade facilmente.

Segurança

Uma falha no sistema ameaça seriamente a produtividade de uma empresa. Em caso de falha, relatórios importantes podem perder-se e mesmo com uma política de realização de backups frequentes, pode nunca se conseguir recuperar informação imprescindível para a empresa. Ao usar um sistema de armazenamento na nuvem, os dados ficam totalmente seguros mesmo em caso de falhas do sistema. Terá os seus dados sempre disponíveis e atualizados.

Mobilidade

Onde quer que esteja, consegue sempre consultar os seus ficheiros através de um computador ou dispositivo móvel. Já não é necessário transportar discos externos e pens USB para garantir que tem os ficheiros de que necessita quando viaja. A nuvem disponibiliza o acesso universal à computação de máxima potência, permitindo o acesso a servidores de arquivos para qualquer utilizador com um dispositivo com acesso à rede.

Colaboração

O armazenamento dos arquivos na Cloud permite uma partilha mais fácil com todos os colegas, não havendo necessidade de enviar grandes arquivos por e-mail ou passa-los através de pens USB. Como os arquivos estão armazenados na Cloud, cada utilizador pode aceder aos ficheiros e fazer as alterações que quiser, ficando estas automaticamente guardadas.

Sustentabilidade

A sua empresa torna-se mais sustentável e amiga do ambiente com a utilização do armazenamento na nuvem pois vai reduzir o consumo de energia e o número de documentos em papel. Assim, acaba por ter menos gastos com a eletricidade, aumentado as vantagens para a sua empresa.

Maximização dos recursos

O armazenamento na Cloud liberta a equipa de TI para outras tarefas e deixa-a livre dos problemas relacionados com falhas de rede. Armazenar os arquivos na nuvem faz com que não tenha custos com manutenção, atualização e formação de colaboradores.

Backup constante

A nuvem faz o backup automático e de forma constante, sem que tenha de se preocupar com isso. Não correrá mais o risco de perder aquele documento em que esteve a trabalhar durante todo o dia! E não terá mais que se preocupar com clicar no botão “Salvar” de cinco em cinco minutos.

 

Conheça os serviços na Cloud da IT PEERS!