5 lições de gestão e liderança que podemos aprender com a série Casa de Papel

5 lições de gestão e liderança que podemos aprender com a série Casa de Papel

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

Provavelmente já ouviu falar sobre a série da Netflix “La Casa de Papel”. O argumento é simples, mas arrojado: oito ladrões trancam-se na Casa da Moeda de Espanha, fazendo vários reféns, com o objetivo de fazerem o maior roubo da História. Esta série traz-nos muitas dicas sobre gestão e liderança que podemos aplicar no nosso dia-a-dia profissional. No artigo de hoje, apresentamos as 5 lições de gestão e liderança que podemos aprender com a série Casa de Papel!

Saber lidar com diferentes personalidades

Um bom líder tem que saber lidar com diferentes personalidades e não deixar que as características pessoais interfiram nos negócios. Na série, o líder é representado pelo misterioso Professor, que consegue conquistar a confiança de todos através da sua inteligência e capacidade de antecipação dos problemas. Também podemos observar que o Professor tem outra característica muito importante nos líderes: capacidade de motivar os outros. Também nas empresas é essencial que quem está no topo saiba motivar os seus colaboradores, pois só assim será capaz de cumprir os objetivos globais da organização.

Planeamento minucioso

Na série Casa de Papel, podemos ver que todo o assalto foi planeado até ao mais pequeno pormenor. O Professor não só planeia todas as suas ações, como também antecipa cenários e pensa em possíveis soluções. No mundo empresarial, é vital que o gestor faça um planeamento cuidado e estudado do mercado e das ações que a sua empresa vai desenvolver. Deve também estar preparado para possíveis situações que possam comprometer o sucesso do negócio.

Formação é essencial para uma boa execução

Na série, os assaltantes passaram muito tempo a treinar para darem o seu melhor na hora do assalto. Na Casa de Papel todos sabiam o que fazer e todos passaram muitas horas a simular situações que podiam vir a acontecer na Casa da Moeda. Num ambiente empresarial, os gestores devem experimentar e aprimorar processos, até alcançarem a máxima perfeição possível na execução das tarefas. A formação dos colaboradores em contexto de trabalho é um ponto muito importante para o cumprimento dos objetivos da empresa.

Os humanos podem errar

Apesar de todo o planeamento, de todas as horas de treino e todas as previsões, as pessoas podem errar e as coisas podem não correr da forma que tínhamos planeado. Aceitar isso é inevitável para não desmotivar os colaboradores. Cada falha numa empresa deve ser encarada como uma forma de aprendizagem, pois só assim é possível evoluir e formar melhores profissionais!

Estude bem os adversários

Sun Tzu dizia: “conheça o seu inimigo como a si mesmo e não precisa de temer o resultado de cem batalhas”. Esta frase é importantíssima no meio empresarial. Tal como o Professor estudou bem a equipa policial e os trabalhadores da Casa da Moeda, os gestores devem conhecer muito bem os seus concorrentes, pois só assim saberão como se diferenciar e ganhar vantagem competitiva.

 

Entenda a relação entre análise de dados e gestão de marketing

Entenda a relação entre análise de dados e gestão de marketing

Posted Leave a commentPosted in Internet e Marketing

As empresas geram cada vez mais dados no seu dia-a-dia, mas mais importante que a quantidade é a capacidade de analisar a informação gerada. Atualmente, produz-se 5 vezes mais informação do que em 1987 e um dos maiores desafios das empresas é analisar os dados eficazmente, para que possam tomar decisões em com base em factos fidedignos. A gestão de marketing é uma das áreas que mais pode beneficiar com a correta gestão da informação. No artigo de hoje, vamos falar sobre a relação entre análise de dados e gestão de marketing!

Criar relatórios com frequência

A análise de dados deve ser feita de forma constante, para que as decisões sejam tomadas com base em informação atual. Muitas empresas fazem relatórios semanais e quando encontram a informação esta já tem alguns dias. O ideal é criar relatórios curtos e relevantes e de fácil leitura. O Multipeers permite que crie relatórios simples, em que todos os utilizadores percebem a informação e os outputs da análise. Esta alteração vai impactar positivamente nas ações de marketing, que serão muito mais controladas e efetivas.

Saber o que se pretende analisar

Os dados não servem para nada se não soubermos o que precisamos de fazer com eles. É essencial definir as principais métricas de análise e avaliar com frequência se as métricas que estamos a analisar ainda fazem sentido para o negócio. Atualmente, os negócios acontecem a um ritmo muito dinâmico e isso causa mudanças constante. Analisar os dados de modo eficaz permite-nos oferecer um melhor serviço ao cliente, pois estaremos mais conscientes daquilo que eles realmente precisam.

Personalizar a experiência do utilizador

Hoje em dia, o consumidor é cada vez mais exigente e é essencial conseguir criar uma experiência única para cada um deles. Essa tarefa só é possível com base na análise de dados. A Netflix é um bom exemplo neste setor, pois sugere filmes e séries de acordo com as preferências e hábitos de cada utilizador. Se conhecer bem o seu cliente, vai conseguir prestar-lhe um serviço diferenciado e a análise de dados é essencial neste capítulo.

Análise de dados em tempo real

Hoje em dia, já não basta analisar os dados após uma semana das situações acontecerem. Tudo acontece a um ritmo muito rápido e é imprescindível que analise os dados no exato momento em que eles acontecem. O Multipeers permite-lhe analisar os dados em tempo real e alerta-o para situações que saem do previamente estabelecido como normal. Vamos imaginar que é dono de uma cadeira de acessórios de moda e que pretende que todos os dias até ao meio-dia venda X. Se num dia o valor estiver fora do seu padrão normal, o Multipeers alerta-o de imediato para que possa tomar ações, como por exemplo lançar uma campanha promocional para esse dia.

Investir tempo na análise de dados

Os dados são gerados e muitas vezes organizados em relatórios que ninguém lê. Quando assim é, os dados perdem o seu propósito e a organização perde a oportunidade de ter melhores resultados. É muito importante que o gestor de marketing dedique uma parte do seu tempo a analisar a informação, pois só assim será capaz de criar estratégias relevantes para a empresa.

 

5 séries da Netflix obrigatórias para os gestores

5 séries da Netflix obrigatórias para os gestores

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

A Netflix tem conquistado fãs em todo o Mundo e é sem dúvida uma ótima plataforma para os momentos de descanso. Contudo, mesmo em tempo de lazer é possível aprender e existem séries que nos ensinam verdadeiras lições sobre gestão e liderança. No artigo de hoje, apresentamos 5 séries da Netflix obrigatórias para os gestores!

The Office

Esta série de comédia é um tipo de documentário sobre uma empresa que comercializa papel. O gestor da empresa, Michael Scout, pensa que é amigo de toda a gente, mas os seus colegas têm uma ideia diferente. Na verdade, Michael Scout não tem qualquer tipo de talento para se relacionar com pessoas e muito menos para coordenar uma equipa. Acaba por se questionar porque é que os seus colegas nunca se divertem no seu local de trabalho, tendo em conta que considera que aquele é um “trabalho de sonho”. A série foca-se nos conceitos de liderança, mostrando-nos o que não fazer quando nos encontramos numa posição de liderança. Poderá ver esta série no catálogo da Netflix e divertir-se enquanto aprende importantes lições sobre liderança e gestão de equipas!

House of Cards

Certamente que já ouviu falar nesta famosa série da Netflix protagonizada por Kevin Spacey. A série mostra-nos Frank Underwood, um deputado sem escrúpulos do partido democrata dos Estados Unidos. Ao longo dos episódios vemos reveladas as suas manhas para conseguir, a qualquer custo, uma posição cada vez mais estratégica no mundo da política. Aprendemos nesta série que devemos tratar os nossos subordinados com respeito e que para vencer é necessário estar sempre um passo à frente, antecipando jogadas do inimigo e conhecendo bem os nossos adversários.

Breaking Bad

Walter White é um professor de química que descobre ter uma doença incurável. Sabendo que o fim está próximo, decide fazer tudo o que pode para deixar a sua família numa boa posição financeira. Walter transforma-se assim em Heisenberg, um poderoso traficante de droga. O que tirar desta série da Netflix para o seu negócio? A lição mais importante é que o segredo para o sucesso é gostar verdadeiramente daquilo que se faz. Também aprendemos que a imagem é muito importante nos negócios e Walter ensina-nos também valiosas lições sobre negociar!

Mad Men

Esta série passa-se nos anos 60, em Nova York, e mostra-nos o dia-a-dia de Don Drapper, um diretor de criação. É-nos revelado o mundo da publicidade naquela época, bem como as mudanças que foi sofrendo ao longo da época. A série foca-se também na vida pessoal das personagens, onde nos é mostrada uma luta pelo poder e vários momentos de frustração. Mad Men mostra-nos um líder justo e inteligente e uma secretária tímida e calada que consegue chegar a uma posição de poder. É uma série muito interessante pois mostra-nos que a capacidade de inovação é fundamental em momentos mais conturbados e que as oportunidades de negócio devem ser aproveitadas. Mad Men é indicada especialmente para gestores de marketing.

Dr. House

Gregory House é tudo aquilo que um líder não deve ser. É um médico conceituado que está disposto a tudo para diagnosticar as doenças mais raras e complicadas que os seus pacientes apresentam. Sem respeitar a ética profissional, o Dr. House é capaz de invadir a casa dos seus pacientes sem autorização. É uma pessoa anti-social e trata bastante mal todos os seus subordinados, acabando por ser odiado pela sua equipa. Então porque é que Dr. House está nesta lista? Apesar do seu temperamento complicado Dr. House não segue o caminho óbvio: ele questiona tudo e procura a melhor solução em todos os casos. Também nos mostra que um líder deve desafiar constantemente as capacidades de cada membro da equipa, pois só desta forma é possível mantê-la motivada e empenhada a fazer cada vez melhor. Por fim, Dr. House mostra-nos que não é necessário perder tempo com “cerimónias” e formalismos, focando-se apenas naquilo que realmente importa!

 

Já assistiu a alguma destas séries? Tem outras sugestões de séries importantes para gestores? Partilhe connosco a sua opinião!