7 dicas para melhorar o relacionamento com o Cliente

7 dicas para melhorar o relacionamento com o Cliente

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

Saiba como melhorar o relacionamento com o Cliente

A evolução digital tornou a comunicação com o Cliente mais fácil, tendo em conta a multiplicidade de meios que existem para chegar até ele. No entanto, se a comunicação é mais fácil para nós, também o é para os nossos concorrentes, pelo que a disputa pela atenção do público-alvo está maior do que nunca. Existem dicas importantes que pode seguir para melhorar o relacionamento com o Cliente e neste artigo apresentamos-lhe os 7 melhores truques!

Cumprir prazos

Para satisfazer o cliente no imediato, muitas empresas cometem o erro de definir prazos demasiado curtos para resolver questões complexas. É tentador mostrarmos aos clientes que somos rápidos e eficientes, mas se depois não conseguirmos cumprir os prazos estabelecidos vamos passar uma imagem de falta de profissionalismo e de zelo. Por isso, é essencial ser consciente na hora de definir um prazo pois temos que ter em conta todas as limitações de tempo e de recurso que possam existir. Vale mais dar um prazo maior e cumprir antes do tempo do que comprometer-se com um prazo curto e deixar o cliente insatisfeito.

Foco na resolução das necessidades do cliente

O relacionamento com o cliente não se extingue no momento em que este efetua a compra. Cada vez mais é essencial acompanhar o nível de satisfação dos consumidores, através de inquéritos de satisfação para saber se percebeu todas as funcionalidades do produto, se o está a utilizar corretamente e se está contente com a sua compra.

Atualize as informações em tempo real

Sempre que receber um novo dado sobre um cliente ou potencial comprador, é necessário que atualize o seu CRM de imediato. Não deixe essa tarefa para depois pois corre o risco de se esquecer e de perder informações importantes para a concretização de uma venda. Alimentar os seus sistemas de informação em tempo real e analisar todas as mudanças com um sistema de monitorização do negócio como o Multipeers permite que se tomem decisões mais conscientes e que se fechem negócios mais rapidamente.

Estabeleça relações emocionais

De acordo com um estudo publicado pela Harvard Business Review Brasil, transformar clientes satisfeitos em pessoas conectadas emocionalmente com a empresa é muito mais vantajoso do que tornar clientes insatisfeitos em satisfeitos. Um cliente ligado emocionalmente a uma marca gasta duas vezes mais e tem um valor 52% maior do que um cliente apenas satisfeito. Um bom truque para ligar-se emocionalmente aos clientes é criar uma espécie de clube VIP, onde oferece promoções especiais e ofertas exclusivas.

Tenha uma boa presença nas redes sociais

Atualmente, as pessoas já não vão à Internet: elas vivem online. Por isso, é essencial que uma marca tenha a consciência das redes sociais mais frequentadas pelo seu target e que defina uma estratégia de atuação nessas plataformas para garantir um contacto próximo com o cliente. Se utilizar uma página de Facebook, ofereça conteúdo interessante e esteja sempre disponível para responder rapidamente às questões dos seus seguidores. Não fale só sobre si e partilhe conteúdo sobre a sua área de atuação, para atrair a atenção dos seus seguidores.

Seja humano e não mecânico

Os consumidores sentem-se mais confiantes com as empresas que os tratam com educação e transparência e não sentem qualquer empatia com empresas que utilizam um atendimento standartizado e quase robótico. Falar com o cliente de forma empática e fazer com que ele se sinta atendido por uma pessoa igual a ele vai ajudar a aumentar a confiança.

Seja objetivo

Os clientes detestam quando sentem que as empresas os estão a enganar com palavras bonitas que não entendem. Deve ser sempre objetivo e ir direto ao problema que o cliente quer resolver. Não tenha medo de dizer “não” ou de assumir um erro. Deve é oferecer sempre soluções ao cliente de modo a minimizar os efeitos negativos que uma compra possa ter tido.

Saiba como a Internet das Coisas vai influenciar o seu negócio

Saiba como a Internet das Coisas vai influenciar o seu negócio

Posted Leave a commentPosted in Internet e Marketing

A Internet das Coisas vai influenciar o seu negócio

A Internet das Coisas descreve um cenário em que variados objetos utilizados no quotidiano estão ligados à Internet. Atualmente, cada vez mais objetos se encontram ligados à Web. No início desta era digital, apenas era possível conectar smartphones e tablets e, no entanto, nos últimos anos temos assistido a uma revolução nesta área e atualmente já é possível conectar consolas de jogos, televisões e câmaras de vigilância à rede. As aplicações da Internet das Coisas têm uma visão que vai ainda mais além disto e vai afetar largamente os negócios. Hoje vamos falar sobre os principais impactos da Internet das Coisas nos negócios!

Serviço inteligente

A Internet das Coisas pode facilitar muito o serviço de atendimento para o cliente. Hoje em dia, graças a esta tecnologia, já é possível sermos avisados que um item dentro de um frigorífico ou de uma arca se encontra perto do fim do prazo de validade. Isto é uma enorme vantagem para as empresas que vendem produtos congelados, como os hipermercados.

Marketing em tempo real

Com a Internet das Coisas é possível recolher dados reais e atualizados sobre os consumidores em tempo real, antecipando as suas necessidades e criando estratégias e campanhas que as satisfaçam. A recolha de dados em tempo real é bastante mais eficaz do que estudos de mercado exaustivos e muda toda a forma de trabalhar no mundo empresarial, transformando as empresas em organismos proativos e não puramente reativos.

Manutenção do equipamento

A Internet das Coisas pode ser usada para transmitir informação sobre o desgaste dos equipamentos de uma empresa, ajudando assim nas questões de manutenção. É possível também reconhecer falhas no início dos processos produtivos, o que permite que o problema seja reparado de imediato, prevenindo complicações mais sérias no futuro e evitando perdas de lucro.

Logística

A conexão dos equipamentos de logística com a Internet das Coisas contribui para que as empresas aumentem a sua eficiência no atendimento ao cliente, além de que é possível também fazer entregas mais rapidamente e aumentar assim a satisfação do cliente. Todo o negócio consegue ser acompanhado em tempo real e todas as informações se encontram conectadas entre si.

Aplicação no Data Center

Nas indústrias, a Internet das Coisas revela-se muito útil pois é possível medir a temperatura e os níveis de humidade. Os sensores são integrados com ferramentas de monitorização de redes e sistemas e, caso os valores estipulados sejam ultrapassados são gerados alertas para a tomada de ações corretivas.

A Internet das Coisas vai crescer muito nos próximos anos. Um estudo da Gartner estima que haverá 8,4 mil milhões de dispositivos conectados até ao final de 2017. As empresas devem tirar o máximo partido das tecnologias, aplicando-as em prol da sua eficiência e da satisfação do cliente.