Quanto custa à sua empresa uma falha de segurança?

Quanto custa à sua empresa uma falha de segurança?

Posted Leave a commentPosted in Segurança

Já não é novidade que as empresas precisam de proteger cada vez mais a sua informação. Vivemos num mundo altamente digital e por isso as ameaças tê-se proliferado a uma velocidade muito rápida. Hoje em dia, as empresas precisam efetivamente de utilizar soluções de segurança de dados, sob pena de verem as suas informações confidenciais expostas. Uma falha de segurança pode ser dramática para um negócio, podendo mesmo ditar o fim do mesmo. No artigo de hoje, vamos perceber quanto custa a uma empresa uma falha de segurança!

Custos de notificações

São os custos relacionados com a notificação a clientes e demais stakeholders, não esquecendo as autoridades que por lei devem ser avisadas em caso de falhas de segurança. Estes custos incluem custos monetários e de recursos humanos, que precisam de definir uma estratégia e de gastar tempo a enviar as notificações.

Perdas de produtividade

As empresas que sofrem uma falha de segurança enfrentam problemas sérios de produtividade, sobretudo se não estiverem dotadas de uma estratégia de disaster recovery. Quando as empresas têm os seus dados expostos e ameaçados, precisam de se focar em atividades alheais à rotina normal do trabalho o que terá, obviamente, consequências nefastas nos resultados produtivos. Por exemplo, a nível da área comercial, um gestor terá que se focar em recuperar dados da sua carteira de clientes em vez de procurar novas negócios.

Reconstruir uma imagem de confiança

Após uma empresa sofrer uma falha de segurança, é preciso reconstruir toda a imagem da marca e garantir que os públicos-alvo com os quais trabalha continuam a confiar no seu trabalho. Este é um dos custos mais elevados, pois é necessário investir num bom plano de comunicação que consiga recuperar o valor da marca e trazer de volta a confiança dos clientes.

Custos de infraestrutura

Quando existe uma falha de segurança, os gestores de TI precisam de planear um investimento na recuperação da infraestrutura de TI e de hardware e software afetada pela falha de segurança. Nesta fase, é preciso considerar os eventuais custos de uma auditoria exigida pelos parceiros de negócio e investidores, para garantirem que não existem riscos associados a trabalhar com a empresa.

Repetição do trabalho

Quando existem falhas de segurança, é muito provável que as equipas de TI sejam obrigadas a fazer as mesmas tarefas várias vezes, para recuperar dados que foram perdidos. É essencial que a empresa tenha processos bem definidos relativamente à gestão e tratamento dos dados confidenciais para minimizar os danos causados por problemas de segurança. A constante repetição de tarefas pode levar à desmotivação dos colaboradores e ao consequente aumento da taxa de rotatividade na empresa, o que se traduzirá em custos de recrutamento.

As ameaças à segurança dos dados são cada vez maiores e mais sofisticadas, tornando mais difícil garantir a segurança dos dados no negócio. Proteger a informação que a sua empresa gera diariamente é essencial para o sucesso do negócio e nesta fase em que o novo regulamento geral de proteção dos dados já entrou em vigor, é ainda mais importante trabalhar no sentido de conseguir proteger os dados da empresa e dos seus stakeholders.

 

 

Gestão de crise: medidas preventivas para salvar o seu negócio

Gestão de crise: medidas preventivas para salvar o seu negócio

Posted Leave a commentPosted in Uncategorized

Todas as empresas temem passar por períodos de crise. Contudo, nem sempre se preocupam em ter planos de gestão de crise, pois o pensamento é “só acontece aos outros”. Na verdade, todas as empresas estão sujeitas a passarem por períodos financeiros mais conturbados e é essencial que tenham um plano de gestão de crise para eliminarem o problema o mais rapidamente possível ou para minimizar o máximo possível os seus efeitos. No artigo de hoje, apresentamos medidas preventivas para salvar o seu negócio!

Analisar os dados e identificar problemas

O primeiro passo é reconhecer que existe um problema que necessita de ser tratado. É fundamental avaliar a sua gravidade pois só isso poderá determinar a urgência das ações corretivas. Os gestores precisam de analisar constantemente os dados disponíveis, de modo a detetarem falhas na gestão, necessidade de mudança de estratégia, desvios produtivos, entre outros problemas que podem levar a uma crise. Identificar os erros cometidos no passado permite-nos evitar os mesmos erros no futuro.

Ter um manual de crise

Quando uma empresa passa por um período de crise, necessita de tomar decisões rápidas. É muito importante que tenha um plano de comunicação escrito que nada mais é do que o manual de crise. Este documento informa sobre as vulnerabilidades da empresa, explica como agir e qual a pessoa responsável por comunicar neste período. o manual de crise deve incluir comunicados prévios, para que seja mais rápida a comunicação nos períodos conturbados.

Não ignore a situação

Se detetar qualquer sinal de que algo está errado, deve agir de imediato. Ao ignorar a situação só vai complica-la, o que trará consequências mais graves no futuro. É necessário fazer um diagnóstico precoce e investigar a origem do problema, pois quanto mais rápido forem implementadas medidas, mais probabilidades a empresa tem de sair da crise sem grandes consequências.

Elimine gastos desnecessários

É fundamental que as empresas estejam sempre atentas a todos os gastos, mas no momento da gestão de crise esta atenção deve ser redobrada. Identifique os gastos mais elevados e mais desnecessários, colo colaboradores poucos produtivos, despesas gerais, gastos em viagens, entre outros. Eliminar estes gastos num momento saudável da empresa vai permitir que as situações de crise se atrasem ou que sejam mesmo eliminadas. No entanto, deve ter também cuidado para não eliminar gastos que sejam necessários ao bom funcionamento da empresa, visto que isso pode trazer um problema ainda maior.

Tenha informação disponível em tempo real

As más decisões podem destruir um negócio, pelo que é fundamental que os gestores tenham à dus disposição informação fidedigna e atualizada. Os softwares de monitorização de negócio em tempo real como o Multipeers são cada vez mais uma necessidade nas empresas. Só com informação atualizada é que os gestores conseguem tomar decisões assertivas e eficazes para o bom funcionamento da empresa. A falta de informação é muitas vezes a maior responsável por momentos menos bons nas empresas, pelo que é essencial escolher um bom sistema de monitorização do negócio para melhor fazer a gestão de crise.

 

Analisar os dados em tempo real é cada vez mais uma realidade nas empresas em todo o Mundo. Os negócios acontecem a um ritmo muito acelerado e é essencial que saiba o que está a acontecer na sua empresa para conseguir tomar as decisões mais adequadas para o seu negócio. Faça download do nosso e-book e saiba como uma ferramenta BAM o pode ajudar a gerir!

Saiba como escolher o melhor software de gestão para a sua empresa

Saiba como escolher o melhor software de gestão para a sua empresa

Posted Leave a commentPosted in Uncategorized

Um software de gestão é uma importante ferramenta de trabalho e é um grande aliado da produtividade e da competitividade de qualquer organização. Escolher o melhor software não é uma tarefa fácil pois não basta ir pela escolha mais popular do mercado. É essencial que o software seja o mais indicado para o seu negócio e nem sempre é fácil perceber qual será a melhor escolha. No artigo de hoje, deixamos-lhe algumas dicas importantes para escolher o melhor sistema de gestão para a sua empresa.

Avaliação Inicial

Antes de partir para o mercado, é aconselhável que faça o trabalho de casa. Determine as necessidades da empresa a nível de software e tenha em consideração a opinião de diversos colaboradores, sobretudo daqueles que vão lidar com o software de gestão diariamente. Só depois de ter consciência daquilo que realmente precisa, é que vai estar preparado para escolher a melhor solução.

Privilegie a fácil implementação

Um software que seja muito complicado de implementar e cuja instalação demore muito tempo, à partida não será um software intuitivo e fácil de utilizar. O seu grande objetivo é encontrar um software de gestão que facilite o seu trabalho diário, por isso fuja dos softwares muito complexos, pois estes exigem muito tempo de formação para os colaboradores e isso prejudica o rendimento coletivo.

Tenha cuidado com a segurança

Um software de gestão vai saber tudo sobre o seu negócio. As informações confidenciais serão lá colocadas, pelo que é obrigatório escolher um software que garanta a proteção e segurança da sua informação. Se optar por um software as a Service (SaaS), deve conferir com atenção a política de backups do fornecedor e se escolher um produto instalado em servidor local, será necessário ter uma equipa que monitorize com frequência a segurança das informações.

Integração

É fundamental que escolha um software que possa ser integrado com diversas aplicações pois desta forma conseguirá uma visão global e integrada de tudo o que se passa no negócio. O software é transversal a toda a empresa, pelo que é fundamental que consiga englobar todas as áreas da atividade.

Valorize uma versão mobile

O Mundo está cada vez mais móvel e nas empresas essa realidade não é diferente. Em qualquer lugar, é possível consultarmos e-mails e até participar em reuniões com pessoas que estão no outro lado do Mundo. Antes de adquirir o software, verifique se existe uma boa versão mobile.

É essencial ter um bom software para garantir que o seu negócio terá sucesso. É aconselhável ligar o seu software a um sistema de monitorização do negócio como o Multipeers, pois desta forma será capaz de analisar o negócio em tempo real e receber alertas específicos sempre que alguma situação requer a sua atenção e intervenção!

Descubra como a tecnologia pode aumentar a produtividade nas empresas

Descubra como a tecnologia pode aumentar a produtividade nas empresas

Posted 1 CommentPosted in Tecnologia e Gestão

Não há dúvidas que a tecnologia chegou para revolucionar o mundo dos negócios. Nesse artigo conhecerá os benefícios da tecnologia no ambiente corporativo.

Aumentar a produtividade é um dos maiores objetivos de uma empresa, seja ela de pequeno, médio ou grande porte. Atualmente, os empreendedores têm apostado sem receio na utilização dos produtos tecnológicos para atingir essa meta. As inovações tecnológicas conseguiram tornar os processos corporativos muito mais práticos, dinâmicos e eficientes. Se precisa de aumentar a produtividade da sua equipa, veja como o uso da tecnologia pode ajudá-lo.

  1. Melhora a conectividade e a comunicação entre os membros da equipe

Quando a tecnologia é utilizada de maneira adequada, a comunicação entre a equipe passa a ser mais rápida e eficiente. Os seus funcionários não precisarão atravessar setores para solicitar documentos e materiais e por esse motivo as inovações tecnológicas podem aumentar a produtividade. Um email corporativo, por exemplo, vai evitar que seus funcionários precisem levantar-se o tempo inteiro.

  1. Promove a gestão de tempo no trabalho

Uma das principais dificuldades que as pessoas têm no mundo moderno é conseguir gerir seu tempo. São tantas tarefas precisando ser realizadas que muitas vezes não conseguimos dar conta de tudo. Hoje em dia já podemos contar com vários softwares que tem a capacidade de organizar uma agenda rapidamente. Utilizando as ferramentas corretas, além de aumentar a produtividade da empresa, ainda sobrará tempo para investir em ações que melhorem o desenvolvimento interno da mesma. Não há nada mais prático e eficaz do que possuir uma agenda organizada totalmente online.

  1. Melhora a segurança das informações da empresa

Quanto mais uma empresa cresce mais aumentam os dados corporativos e os documentos. Essas informações são geradas diariamente e se não forem geridas adequadamente podem comprometer o desenvolvimento do empreendimento. A boa notícia é que entre os inventos tecnológicos já existem muitos aplicativos que conseguem armazenar todas essas informações. Todo o armazenamento é realizado de modo muito seguro, organizado e o seu acesso é muito fácil. Um dos pontos mais cruciais para qualquer tipo de negócio é a segurança das suas informações. A perda de documentos pode causar problemas muitas vezes irreversíveis, como a perda de tempo para refazê-los e uma possível quebra de sigilo.

  1. Reduz os custos da empresa

Muitos empreendedores já comprovaram que o uso da tecnologia, além de aumentar a produtividades nas empresas ainda traz economia para a mesma. Com o uso de alguns aplicativos, trabalhos que antes só poderiam ser feitos manualmente já são realizados por eles. Reduz custos com energia, mão de obra, manutenção, aquisição de hardwares, segurança etc.

Diante das informações apresentadas neste artigo, não restam mais dúvidas sobre a eficácia das invenções tecnológicas no ambiente corporativo.

Mesmo em tempos de crise, a sua empresa pode gastar menos com a utilização de alguns programas. Procure empresas especializadas nesse tipo de serviço e defina qual a melhor opção para sua empresa. Comece já a aumentar a produtividade do seu negócio usando a tecnologia!

Sobre o autor convidado:

A GestãoClick é uma empresa especialista na oferta de software de gestão empresarial para administradores que desejam tornar mais eficiente a rotina dos seus colaboradores.

Saiba o que o software pode fazer pela sua empresa

Saiba o que o software pode fazer pela sua empresa

Posted Leave a commentPosted in Tecnologia e Gestão

Conheça as vantagens do software para a gestão de empresas

A era dos documentos em papel terminou e os processos manuais são cada vez menos utilizados nas empresas. Diversos softwares passaram a fazer parte do dia-a-dia profissional de milhares de pessoas em grandes, médias e pequenas empresas. Os softwares de gestão e de monitorização do negócio permitem automatizar processos e diminuir a probabilidade de errar. Mas será que sabe mesmo o que os softwares certos podem fazer pela sua empresa? Neste artigo, apresentamos-lhe as principais vantagens que o software tem para o seu negócio.

Melhora o relacionamento com os clientes

Um CRM é um software muito importante para a gestão da força de vendas. Através da adoção de um software deste tipo, é possível medir resultados, avaliar ações e campanhas e ter um contacto mais próximo e direto com o cliente.

Integração de dados

Uma correta integração de dados entre os diferentes departamentos é a base de uma gestão organizada e eficaz. Com um software financeiro o gestor é capaz de reunir num só local todos os dados da empresa e controlar o acesso entre os colaboradores. Deste modo, é possível tomar decisões mais conscientes e eficazes pois existe uma visão global e integrada de todos os dados.

Indicadores de negócio em tempo real

Os softwares de monitorização do negócio em tempo real, como o Multipeers, permitem que os gestores tenham toda a informação da empresa disponível em tempo real num único dashboard. Permitem também a definição de alertas de negócio que avisam o utilizador sempre que uma situação requer a sua atenção. Deste modo, a tomada de decisões é baseada sempre em informação atual e fidedigna, o que garante decisões acertadas!

Organização da informação financeira

Com os softwares financeiros é possível organizar toda a informação relacionada com as contas da empresa. Muitas empresas terminam a sua atividade pouco tempo depois de abrirem e isso deve-se à dificuldade em organizar as contas da empresa. Optar por um software de gestão da informação financeira desde o início é o primeiro passo para uma caminhada de sucesso.

Inovação constante

Se a empresa optar por um sistema SaaS tem a garantia de que terá o software constantemente atualizado. A empresa não tem que se preocupar com estas questões pois é da responsabilidade do fornecedor SaaS. Este tipo de solução apresenta ainda a vantagem de estar completamente adaptado à realidade da empresa, conseguindo responder em tempo útil a todas as suas necessidades.

Redução de custos

Com a adoção do software, os custos relativos aos processos manuais são reduzidos ou mesmo eliminados. Desta forma, aumenta-se a produtividade pois o cumprimento das tarefas e objetivos diários é mais fácil.

O mundo está informatizado e não há como fugir desta realidade. As empresas precisam de se adaptar para às novas ferramentas de gestão para se tornarem mais competitivas e vencerem no mercado competitivo de hoje em dia!