7 decisões que podem levar uma empresa à falência

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

Os gestores enfrentam todos os dias diversos momentos em que precisam de tomar decisões importantes para o rumo dos negócios. Atualmente, existem ferramentas como o Multipeers que ajudam os gestores a terem uma visão mais global e mais abrangente sobre o estado real das empresas, o que tem um peso muito significativo para uma tomada de decisão mais consciente. Contudo, decidir envolve sempre riscos e existem decisões que podem levar uma empresa à falência. No artigo de hoje, abordamos as 7 decisões que podem comprometer a sobrevivência de um negócio.

Partir para um novo investimento sem analisar o mercado

Se pretende abrir um negócio ou se pretende investir num novo produto ou mercado, é obrigatório estudar muito bem o mercado, as suas necessidades e características. Um investimento mal pensado pode arruinar um negócio. Quando uma empresa investe numa nova área, tende a canalizar os seus investimentos monetários e de tempo para essa área, acabando por descurar outros setores do negócio. Caso essa aposta seja falhada, poderá comprometer toda a viabilidade do negócio. Uma análise profunda e detalhada deve ser feita antes de se avançar para novos projetos.

Não ouvir o cliente

O cliente é importantíssimo para o sucesso de um negócio. Sem clientes, o negócio não faz sentido. Assim sendo, a empresa deve ter em consideração as necessidades do cliente e deve estar disponível para ouvir as suas críticas e sugestões. Muitas empresas cometem o erro de pensar que a venda se conclui no momento da compra. A verdade é que o serviço pós-venda é muito importante (cada vez mais!) e o cliente gosta de se sentir acompanhado mesmo depois da compra.

Não investir em marketing

As ferramentas de marketing são essenciais para todas as empresas que pretendem destacar-se no mercado. Com a evolução do marketing digital, é cada vez mais importante que as empresas invistam em ações de marketing que permitam captar a atenção dos potenciais clientes. Atualmente, uma empresa que não existe online é quase como se não existisse de verdade. Por isso, é fundamental que o marketing seja encarado como um vetor estratégico dos negócios.

Falta de planeamento

Muitas empresas não planeiam as suas ações e preferem ir agindo conforme as situações vão aparecendo. Esta é uma decisão que pode comprometer seriamente o sucesso dos negócios. As empresas devem fazer um planeamento a curto e a longo prazo e devem ter planos alternativos caso a estratégia escolhida não dê certo. Ter um bom planeamento é evitar surpresas desagradáveis e é estar sempre preparado para situações inesperadas.

Não acompanhar as alterações do mercado

Mesmo as empresas que estão no mercado há muitos anos devem estar sempre atentas às tendências do mercado. Ao longo dos anos, os comportamentos e hábitos dos consumidores alteram-se e as empresas devem estar preparadas para mudarem com eles. A empresa deve adaptar o seu produto/serviço às necessidades que o mercado vai apresentando pois só assim conseguirá manter-se na “luta”.

Não investir nas ferramentas adequadas

Muitas vezes, as empresas não querem investir em ferramentas de gestão devido ao seu preço, mas acabam por pagar um preço maior devido à falta de informação e à desorganização que se instala no negócio. Muitas ferramentas traduzem-se em maior eficiência e conhecimento de mercado, o que traz inúmeras vantagens para a empresa. Uma solução cada vez mais necessária e utilizada nas empresas é o Multipeers, que permite que analise o seu negócio em tempo real através de um dashboard que aglomera todas as informações oriundas das diversas fontes de dados que existem na empresa.

Não inovar

A inovação deve ser encarada como uma ferramenta estratégica nas empresas. Uma empresa que fica estagnada durante anos não tem nada de novo para oferecer ao público. Numa época em que a competição empresarial é tão “apertada”, é fundamental que as empresas tenham uma pessoa responsável pela parte da inovação, pois só assim conseguirão oferecer mais valor aos seus clientes.

 

 

 

5 erros comuns no tratamento da informação que precisa de eliminar já

5 erros comuns no tratamento da informação que precisa de eliminar já

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

A informação é o bem mais valioso das empresas. A cada dia que passa, as empresas armazenam mais dados que precisam de ser tratados para que forneçam os inputs necessários a uma tomada de decisão eficaz e consciente. Quando a informação não é bem tratada e analisada, o mais provável é a empresa tomar decisões erradas que vão prejudicar o seu funcionamento. Assim, é essencial saber como lidar com a informação e é preciso eliminar todas as barreiras que impedem o bom tratamento dos dados. No artigo de hoje, apresentamos os 5 erros mais comus no tratamento da informação que precisa de eliminar já!

Erro nº1: Trabalhar sem objetivos

No mundo empresarial atual, que é tão competitivo, é muito importante que as empresas definam objetivos gerais e específicos, pois só deste modo saberão qual estratégia seguir para alcançarem os resultados pretendidos. Cada colaborador deve trabalhar com kPI’s específicos e adequados à sua função, pois só desta forma serão capazes de avaliar os dados e transformá-los em informação útil e benéfica para a prossecução do seu trabalho.

Erro nº2: Não acompanhar a rápida evolução tecnológica

Atualmente, a tecnologia evolui a uma velocidade alucinante, o que faz com que as empresas enfrentem constantemente o desafio de estarem atualizadas. Hoje em dia, a análise em tempo real é já uma realidade em muitas empresas. Se há uns anos era suficiente saber o que se passava na empresa uns dias depois dos acontecimentos, hoje essa realidade está completamente alterada. Analisar a informação empresarial em tempo real é o primeiro passo (e podemos arriscar dizer que é o mais importante) para conseguir decidir com consciência e de forma eficaz. Muitas empresas ainda cometem o erro de basear a sua atuação em relatórios com alguns dias. Sistemas como o Multipeers são cada vez mais imprescindíveis no mundo empresarial atual.

Erro nº3: Dar o mesmo acesso a todos os colaboradores

Este erro está ligado à segurança da informação, que é um dos aspetos mais importantes, mas que as empresas ainda descuram bastante. A informação da empresa não deve estar acessível a todos os colaboradores da mesma forma. Cada colaborador deve ter acesso apenas à parte da informação que precisa para desempenhar o seu trabalho. Isto vai fazer com que o colaborador se consiga focar mais facilmente e, ao mesmo tempo, vai permitir descobrir a origem de uma eventual fuga de informação.

Erro nº4: Não fazer backup dos dados

Parece um conselho muito básico, mas infelizmente muitas empresas não têm ainda implementado uma política séria de backup.Vivemos num mundo cada vez mais conectado e com cada vez mais ameaças virtuais. Assim sendo, é essencial que esteja preparado para qualquer situação que possa colocar a segurança da sua informação em risco. Nos dias que correm, colocar uma senha de segurança nos seus arquivos mais importantes já não é suficiente. Fazer um backup de dados frequentemente é um passo fundamental para garantir que não vai perder dados sigilosos e de máxima importância. Além disso, é aconselhável que utilize um sistema de recuperação em caso de desastres, como o RAAS. O disaster recovery deve ser encarado como um must have nas empresas, pois é a garantia de que a informação mais importante da empresa está salvaguardada e de que a empresa continuará a funcionar corretamente mesmo quando problemas informáticos acontecem.

Erro nº 5: criar relatórios complexos

A tendência dos gestores é criar relatórios com muitas páginas e com termos complexos que dificultam a sua análise. O ideal é fazer relatórios curtos que contenham apenas a informação essencial para tomar as decisões mais acertadas para o negócio. Crie gráficos apelativos e de fácil leitura pois através destes elementos será mais fácil transmitir a sua mensagem e entender melhor os dados. Se complicar demasiado a apresentação da informação, vai desmotivar os colaboradores que tiverem que fazer a sua análise!

Como definir metas de negócio desafiantes e realistas?

Como definir metas de negócio desafiantes e realistas?

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

Saber definir metas de negócio é o primeiro passo para um caminho de sucesso. Quando temos uma meta definida, é muito mais fácil desenhar uma estratégia e definir que ações são necessárias para conseguirmos atingir os nossos objetivos. Qualquer negócio precisa de metas estabelecidas, pois será com base nelas que toda a atuação da empresa se define. Infelizmente, muitos gestores não compreendem a importância das metas de negócio e começam a trabalhar sem terem um plano traçado. Este é um dos principais motivos pelos quais as empresas muitas vezes não sobrevivem. Os objetivos de negócio fornecem muita informação sobre a empresa e nessa medida tornam a tomada de decisão mais eficiente e mais fácil. Os gestores queixam-se frequentemente da falta de informação sobre a empresa para poderem decidir de forma consciente e estes indicadores de desempenho ganham um papel de destaque no momento de tomar decisões sobre o futuro da empresa. Os gestores só conseguem tomar decisões assertivas e acertadas se tiverem um total conhecimento sobre a realidade empresarial, pelo que é fundamental acompanhar em tempo real o cumprimento dos objetivos. E nada melhor que KPI’s para fornecer todo esse conhecimento. No artigo de hoje, deixamos-lhe algumas dicas importantes para definir metas de negócio desafiantes e realistas!

Seja específico

Quanto mais específico um objetivo for, mais fácil será encontrar ações para os atingir num curto espaço de tempo. As metas de negócio devem ser simples, pois assim é muito mais fácil geri-las. Um exemplo desta meta é “atualizar o website trimestralmente”, o que é fácil de entender que significa atualizar o website em janeiro, abril, julho e outubro. Uma meta de negócio que diga “aumentar o número de propostas enviadas” é muito vaga e não nos dá qualquer pista sobre o que devemos fazer para atingi-la. Assim, é preferível utilizar uma meta que diga “obter 3 novos clientes por mês”. É uma meta muito mais simples e que nos indica o intervalo temporal. As metas de negócio devem ser simples, para que toda a equipa seja capaz de compreendê-los. Se complicar muito corre o risco de não conseguir extrair qualquer informação útil da sua análise. E se os colaboradores não entenderem o indicador podem ficar desmotivados, o que prejudica todo o desempenho da empresa.

Seja realista e objetivo

Todos queremos ser os maiores empresários do Mundo, mas existem obstáculos que nos impendem disso e temos que ter essa consciência. Quando define metas de negócio demasiado altas, o risco de cair é muito maior. E como as metas são mais difíceis de atingir, sentir-se-á frustrado ao perceber que não consegue concretizá-las. Deve estabelecer objetivos realistas e que estejam adequados à realidade do seu negócio. Se não tem uma grande capacidade de investimento no momento, de nada lhe servirá definir como meta de negócio aumentar a equipa em 10 colaboradores. As metas de negócio devem ser estabelecidas de acordo com a realidade da empresa no momento, pois só assim será capaz de as alcançar.

Estabeleça prazos rígidos

Quando não existe um prazo limite para o cumprimento de uma determinada tarefa ou de um objetivo, o mais provável é que este arraste no tempo e acabe por ficar esquecido. É essencial que defina uma data limite para conseguir atingir uma determinada meta de negócio, pois só assim conseguirá definir uma linha temporal e atribuir ações necessárias ao longo do tempo. O prazo estabelecido deve ser como o objetivo de negócio: específico e realista. Não deve definir um prazo demasiado curto nem demasiado longo, pois ambos os casos poderão causar desmotivação por parte das pessoas responsáveis pelo cumprimento do objetivo.

Faça uma revisão regular das metas de negócio

As metas de negócio devem ser revistas com regularidade e devem ser adaptadas conforme as mudanças que se forem verificando na empresa. As metas de negócio a longo prazo devem ser alvo de acompanhamento, para que possa verificar se todas as ações necessárias para o seu cumprimento estão a ser realizadas. As metas de negócio não são estáticas e não é obrigatório que se mantenham imutáveis. Sempre que for necessário, deve alterá-las e atualizá-las e em casos mais extremos, pode mesmo eliminá-las, se verificar que já não se adequam à forma de trabalhar da empresa. Uma meta que ontem era bastante importante, hoje pode ter perdido parte da sua importância. As empresas são organismos vivos e dinâmicos e como tal as mudanças devem ser acompanhadas em todas as áreas da empresa. Avalie pelo menos a cada três meses se os indicadores que tem “ativos” são os mais adequados tendo em conta o período que a empresa atravessa. Contudo, é preciso ter cuidado para não cometer o erro de alterar ou eliminar metas de negócio apenas porque está a ser difícil alcançá-las.

Ferramentas de tomada de decisão que vão ajudar a sua empresa a crescer

Ferramentas de tomada de decisão que vão ajudar a sua empresa a crescer

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

Um gestor tem que tomar decisões constantemente e nem sempre é fácil tomar as decisões corretas para o crescimento de um negócio. Hoje em dia, existe cada vez mais informação nas empresas e os dados gerados diariamente são uma mais-valia para a tomada de decisão, mas é preciso que os gestores se acompanhem das ferramentas corretas para conseguirem extrair o valor real desses dados. No artigo de hoje, apresentamos ferramentas de tomada de decisão que vão ajudar a sua empresa a crescer!

Multipeers

O dia-a-dia de um gestor é bastante atarefado e é humanamente impossível conseguir acompanhar todas as situações que acontecem no negócio. Vivemos numa era em que somos “bombardeados” por dados vindos de todas as direções! É muito importante ter um sistema de monitorização do negócio em tempo real pois permite definir alertas de negócio para que seja avisado sempre que alguma situação importante requer intervenção imediata. O Multipeers é um sistema BAM que permite que defina alertas de negócio que o avisam sempre que uma situação requer a sua atenção. Deste modo, vai estar sempre a par dos eventos do seu negócio e vai poder decidir em tempo útil. Muitas das decisões são tomadas com base em relatórios com alguns dias de atraso, o que faz com que a empresa tenha uma ação reativa e não proativa. Com o Multipeers vai conseguir estar sempre à frente da concorrência, uma vez que consegue ter um só dashboard todas as informações geradas pela sua empresa!

Armazenamento na Cloud

mobilidade é uma tendência em crescimento e em muitos setores é já uma realidade diária. Os colaboradores e os gestores devem ter acesso às informações mais importantes sobre o negócio pois só assim conseguirão tomar decisões eficazes e no momento certo. A cloud computing veio facilitar a mobilidade laboral, ao permitir que documentos importantes do negócio sejam consultados em qualquer lugar e para que exista uma tomada de decisão efetiva. Assim, não é preciso estar no escritório para editar um documento ou responder a um e-mail importante.

Skype

O Skype é uma ferramenta gratuita que permite que mesmo as pessoas que estão longe participem na reunião. A distância já não é um entrave para que as pessoas não possam estar presentes nas decisões da empresa e, sendo uma reunião virtual, existe menos tendência para se perder tempo com questões irrelevantes para o tema da reunião. É necessário que as pessoas envolvidas no processo de decisão estejam em permanente contacto, para que todas possam colaborar com as suas opiniões!

E-mail na Cloud

Mudar o sistema de e-mail corporativo para uma solução baseada na Cloud é bastante importante para aumentar a mobilidade empresarial. Estas soluções facilitam a comunicação entre os diversos departamentos da empresa, pois as informações tornam-se acessíveis até mesmo ao utilizar tablets e smartphones. Utilizar o e-mail em dispositivos móveis permite uma resposta mais rápida e eficaz, o que contribui para uma maior eficiência de gestão.

A importância das ferramentas BAM para a tomada de decisões

A importância das ferramentas BAM para a tomada de decisões

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

Tomar decisões para o futuro do negócio é uma tarefa complicada para os gestores. Muitas vezes, estes não dispõem de toda a informação necessária para analisar as situações de forma objetiva, o que complica em larga medida uma correta tomada de decisões. No dia-a-dia preenchido em que vivem constantemente, a falta de tempo para avaliar as operações da empresa é um dos principais inimigos da tomada de decisões. A grande quantidade de informação que existe atualmente é também uma preocupação para as empresas, que cada vez mais têm dificuldade em conseguir lidar com esta informação e em conseguir geri-la de modo a que as melhores decisões sejam tomadas. As ferramentas BAM são utilizadas para aumentar a eficácia do negócio e para que se obtenham todos os dados para tomar as decisões mais acertadas. Vamos falar sobre importância das ferramentas BAM para a tomada de decisões!

A informação é em entregue em tempo real

A vida dos negócios acontece agora, a cada momento, e é essencial que saiba o que se está a passar com a sua empresa. As decisões baseadas em relatórios com alguns dias são sempre reativas e corre o risco de ser ultrapassado por uma concorrência que seja mais rápida a agir. Saber tudo o que se passa em tempo real com o seu negócio é essencial para que possa tomar decisões em tempo útil e para ter uma postura proativa no mercado.

Consulta rápida e intuitiva

A informação disponibilizada pelas ferramentas BAM surge de um modo consolidado para que a sua consulta seja mais fácil e rápida. Pode optar por obter a informação através de gráficos de barras, gráficos multi-série, medidores, entre muitas outras opções. A informação pode ser exibida usando a apresentação mais adequada, melhorando a análise que o utilizador pode fazer de cada indicador. Além disso, cada indicador é totalmente personalizável de acordo com necessidades do negócio. Ao utilizar o desktop, no caso do Multipeers, pode ainda usar a ferramenta ticker, que lhe permite que divulgue notícias externas ou internas, mensagens e alertas, permitindo assim que todos os colaboradores estejam sempre a par do que de importante se passa na organização, o que faz com que todos estejam aptos para contribuir para uma tomada de decisão eficaz.

Perceção imediata dos problemas

A informação em tempo real disponibilizada pelas ferramentas BAM informa-nos no momento sobre o estado das coisas, o que nos permite saber em tempo útil o que está a correr mal, para que possamos resolver as situações. Com este novo modelo de gestão, não é necessário recorrermos a relatórios antigos para descobrir o motivo de algo ter corrido mal, pois somos alertados no imediato.

Sem necessidade de cliques

As ferramentas BAM atualizam de forma permanente e automática, pelo que não existe necessidade de intervenção por parte do utilizador. Em vez de ser o utilizador a procurar a informação, é a informação que, de forma autónoma, encontra o utilizador. A monitorização do negócio é um processo simples e intuitivo.

 

 

A importância da visão 360 para a sua empresa

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

Um bom gestor deve saber tudo aquilo que se passa no seu negócio. Ter um conhecimento global de cada uma das áreas de atuação de uma empresa é essencial para que se possam tomar as melhores decisões para o futuro dos negócios. No dia-a-dia agitado que os profissionais de gestão levam, nem sempre é fácil estar a par de todas as atividades empresariais, mas essa falta de conhecimento pode ser fatal para a empresa. Ter uma visão 360 é imprescindível para conhecer todos os colaboradores com os quais trabalha e todas as atividades que são levadas a cabo na empresa. No artigo de hoje, abordamos a importância da visão 360 para a sua empresa!

Melhor conhecimento dos Recursos Humanos

Quando existe um grande conhecimento sobre todos os colaboradores da empresa, torna-se mais fácil manter os colaboradores motivados e reter os melhores talentos na empresa. É essencial que os gestores conheçam bem as necessidades e motivações dos seus colaboradores, pois só assim serão capazes de lhes oferecer as condições necessárias para que se sintam bem no seu local de trabalho.

Análise em tempo real

A vida dos negócios acontece agora, a cada momento, e é essencial que saiba o que se está a passar com a sua empresa. As decisões baseadas em relatórios com alguns dias são sempre reativas e corre o risco de ser ultrapassado por uma concorrência mais rápida a agir. Saber tudo o que se passa em tempo real com o seu negócio é essencial para que consiga tomar decisões em tempo útil e para ter uma postura proativa no mercado.

Tomada de decisões facilitada

Quando existe um conhecimento efetivo sobre tudo aquilo que se passa no negócio, torna-se muito mais fácil tomar as decisões certas para a empresa. Só com um conhecimento global do estado da empresa é que os gestores são capazes de decidir de forma consciente para que a empresa possa crescer de uma forma sustentada.

Melhoria contínua

Uma visão 360 permite a busca por melhorias constantes. Analisar de forma constante tudo o que se passa na empresa permite que se encontrem erros mais facilmente e que se apliquem melhorias nos processos empresariais e essas melhorias refletir-se-ão nos resultados gerais da empresa.

Dica extra:

As ferramentas BAM como o Multipeers tornam as tomadas de decisão mais efetivas pois evitam a ocorrência de erros uma vez que eliminam a necessidade de coletar dados de inúmeras plataformas. Como têm uma interface simples e interativa, toda a informação é apresentada de forma prática e interativa, fornecendo toda a informação num só local, dotando o gestor de todos os dados de que necessita para tomar as decisões mais acertadas.

Como a inteligência artificial vai mudar a forma de trabalhar das empresas

Como a inteligência artificial vai mudar a forma de trabalhar das empresas

Posted 1 CommentPosted in Dicas de Gestão

Saiba tudo sobre inteligência artificial nas empresas

A inteligência artificial é um dos temas do momento. Existe ainda a ideia errada de que este conceito apenas se relaciona com a existência de robots inteligentes que têm o objetivo de eliminar a raça humana. No entanto, os vários avanços da inteligência artificial, também conhecida como AI, têm o intuito de nos salvar. Entre os principais campos de atuação da AI está a medicina, que tem mostrado resultados significativos e muito importantes para encontrar a cura para muitas doenças. Também no mundo das empresas, a inteligência artificial vai ter um grande impacto. No artigo de hoje vamos abordar as mudanças mais significativas!

Chatbots

Os chatbots estão a revolucionar o atendimento ao cliente. Um chatbot nada mais é do que um robot que fala com as pessoas. Os chatbots auxiliam o utilizador numa série de atividades que até há bem pouco tempo necessitava de intervenção humana. Se já pediu um Uber ou uma pizza por uma aplicação de telemóvel, já utilizou um chatbot. Esta ferramenta pretende facilitar a interação entre clientes e empresas. As aplicações são as mais variadas: da possibilidade de verificar a cotação de uma moeda, passando pelo agendamento de uma consulta médica: com os chatbots tudo fica mais fácil e as empresas aproximam-se do seu target!

Gestão

A inteligência artificial ajuda as empresas a interligarem todas as suas informações, o que tem um peso importantíssimo nas decisões de gestão. Uma empresa que analise a sua informação em tempo real e que tenha num só local todas as informações de negócio importantes será capaz de tomar decisões mais assertivas e acertadas, o que potencia o sucesso do negócio.

Watson

É a grande estrela da IBM e um destaque na computação cognitiva. Este é um sistema que fala e entende o que as pessoas dizem. O Bradesco foi o primeiro utilizador desta tecnologia no Brasil e acredita que terá grande importância nas áreas de atendimento a clientes, formação de colaboradores e gestão de capitais. O Watson tem sido usado também no setor da saúde para dar assistência a médicos, baseando-se em publicações científicas. O sistema é capaz de aprender com a sua própria experiência, oferecendo resultados cada vez mais corretos e precisos.

Fim das tarefas repetitivas

A inteligência artificial ajuda a que os colaboradores deixem de perder tempo com tarefas demasiado burocráticas e administrativas. Através de regras, é possível que robots desempenhem a função de assistentes pessoais, dando informações sobre as tarefas do dia-a-dia, reuniões agendas e tempos de viagem.

A utilização de máquinas e softwares capazes de aprender e funcionar sem supervisão humana cresce nas empresas com o objetivo de melhorar a performance e reduzir custos operacionais. Numa era em que a tecnologia domina o nosso dia-a-dia, é fundamental que as empresas acompanhem esta evolução e desenvolvam estratégias para implementar a inteligência artificial nos seus processos.

BAM: conheça as principais vantagens da monitorização do negócio

BAM: conheça as principais vantagens da monitorização do negócio

Posted Leave a commentPosted in Tecnologia e Gestão

Saiba como a monitorização do negócio ajuda a sua empresa

De acordo com a Gartner, BAM – a sigla para business activity monitoring – é o conjunto dos processos e tecnologias que visam melhorar a análise do estado do negócio com base em informação em tempo real. O BAM é utilizado para aumentar a eficácia do negócio e para que se obtenham todos os dados para tomar as melhores decisões. Neste artigo, apresentamos as principais vantagens da utilização de um sistema de monitorização do negócio!

Informação sobre o estado do negócio em tempo real

A vida dos negócios acontece agora, a cada momento, e é essencial que saiba o que se está a passar com a sua empresa. As decisões baseadas em relatórios com alguns dias são sempre reativas e corre o risco de ser ultrapassado por uma concorrência mais rápida a agir. Saber tudo o que se passa em tempo real com o seu negócio é essencial para que consiga tomar decisões em tempo útil e para ter uma postura proativa no mercado.

Gestão central

Os softwares BAM permitem ter uma plataforma sólida de administração, capaz de recolher dados oriundos das mais diversas fontes. Assim, consegue obter num só local toda a informação que necessita para decidir da forma mais conveniente. Com uma ferramenta BAM pode dizer adeus a relatórios espalhados por diversos lados pois num só local vai encontrar toda a informação relativa à empresa.

Elimina os processos manuais

Os processos manuais são mais suscetíveis de terem erros do que os processos automatizados. Ao utilizar uma ferramenta BAM como o Multipeers, é possível libertar os colaboradores para outras tarefas e conseguirá automatizar as tarefas mais repetitivas e aborrecidas. Desta forma, garante que não existe a necessidade de atualizar constantemente dados e de consultar relatórios. Tudo é definido previamente por si e nada falhará. Quanto mais etapas automatizar mais tempo terá para se concentrar noutras coisas importantes para melhorar o negócio.

Sem necessidade de cliques

As ferramentas BAM atualizam de forma permanente e automática, pelo que não existe necessidade de intervenção por parte do utilizador. Em vez de ser o utilizador a procurar a informação, é a informação que, de forma autónoma, encontra o utilizador. A monitorização do negócio é um processo simples e intuitivo.

Facilita a tomada de decisão

As ferramentas BAM tornam as tomadas de decisão mais efetivas pois evitam a ocorrência de erros uma vez que eliminam a necessidade de coletar dados de inúmeras plataformas. Como têm uma interface simples e interativa, toda a informação é apresentada de forma prática e interativa, fornecendo toda a informação num só local, dotando o gestor de todos os dados de que necessita para tomar as decisões mais acertadas.

 

Analisar os dados em tempo real é cada vez mais uma realidade nas empresas em todo o Mundo. Os negócios acontecem a um ritmo muito acelerado e é essencial que saiba o que está a acontecer na sua empresa para conseguir tomar as decisões mais adequadas para o seu negócio. O Multipeers é uma necessidade cada vez mais vincada no mundo empresarial atual. Faça download do nosso ebook neste link e conheça tudo o que precisa de saber sobre BAM!

4 Mitos sobre a gestão da informação

4 Mitos sobre a gestão da informação

Posted Leave a commentPosted in Internet e Marketing

Mitos sobre a gestão da informação

Gerir a informação e os dados nas empresas é uma das principais preocupações dos gestores e é um tema que tem estado cada vez em voga. As ameaças à segurança da informação aparecem cada vez mais em maior número e das mais variadas formas e é difícil conseguir gerir todos os dados das empresas de forma segura e eficaz. Neste artigo, vamos desmistificar 4 ideias generalizadas sobre a gestão da informação que o vão ajudar a gerir melhor os dados da sua empresa!

Mito: já não é possível garantir a segurança dos dados

Os ataques informáticos estão a aumentar e cada vez existe mais variedade nas formas de ataque. Contudo, é possível reformular as estratégias de segurança da informação e alterar algumas rotinas: verificar o antivírus com regularidade, alterar passwords com frequência e escolher bons serviços Cloud são algumas dicas para garantir maior segurança da informação interna.

Mito: não é possível prevenir, apenas reagir

A ameaça mais frequente atualmente é o chamado ransonware. Neste ataque, os hackers roubam dados e pedem resgate em BitCoins para devolvê-los à empresa. Este ataque ocorre através do envio de um email para um colaborador da empresa que o abre sem se aperceber que é uma ameaça. Automaticamente é feito um download de malware para o computador. Ou seja, isto mostra-nos que investir na formação dos colaboradores é essencial para que estes erros não se cometam. Fazer campanhas de sensibilização para a importância da segurança da informação é uma forma de prevenção.

Mito: basta atualizar os sistemas para garantir a proteção

Na verdade, uma atualização do sistema pode significar uma ameaça ainda maior para a segurança dos dados. É essencial que as empresas testem as atualizações em ambientes próprios para o efeito antes de partir para a atualização efetiva do sistema. Assim conseguem-se detetar ameaças e eliminar vulnerabilidades da atualização.

Mito: a gestão da informação apenas diz respeito aos gestores de TI

Numa organização é fundamental que todos os colaboradores estejam comprometidos com a questão da segurança. É por isso que as campanhas de sensibilização para este tema são tão importantes. A responsabilidade de proteger os dados confidenciais das empresas é de todos que lá trabalham. Além disso, quantos mais dados os gestores reunirem mais confiança terão na hora de tomar decisões. O Big Data e a análise dos dados em tempo real são duas tendências em crescimento e estão a mudar a forma como gerimos a informação empresarial.

Proteger a informação da sua empresa é fundamental para que possa garantir que nenhuma informação confidencial é passada para o exterior. A prevenção e formação juntos dos colaboradores é o ponto-chave para garantir que os dados se encontram protegidos e seguros. Produtos como o Datapeers são cada vez mais necessários na realidade empresarial atual pois permitem proteger a informação e garantem o cumprimento das normas do novo regulamento de proteção dos dados, a entrar em vigor em maio de 2018 na União Europeia.

Saiba como a análise de dados o pode ajudar a definir uma estratégia de mercado

Saiba como a análise de dados o pode ajudar a definir uma estratégia de mercado

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

Entenda como a análise de dados o pode ajudar a definir estratégias

A intuição não é suficiente na hora de decidir o melhor para a sua empresa. A análise de dados baseados em factos aumenta a probabilidade de tomar as melhores decisões para o futuro do seu negócio. Cada vez mais os gestores têm a consciência de que analisar os dados em tempo útil é uma necessidade no mundo empresarial atual. Neste artigo, vamos explicar-lhe como a análise de dados o pode ajudar a definir uma estratégia de mercado.

Os dados oriundos de várias fontes permitem uma visão global do mercado

Analisar os dados vindos de diversas fontes é essencial para ter informação completa e global sobre o estado do seu negócio. É fundamental que esteja atento ao mercado, sendo as fontes externas à organização de máxima importância. Se souber sempre o que se passa no mercado onde atua, será capaz de estar sempre a par das tendências e alterações, conseguindo estar um passo à frente da concorrência. A análise de dados ajuda-o a descobrir qual o passo a seguir.

Analisar a informação deixada pelo cliente permite traçar um perfil real

É obrigatório conhecer o perfil do cliente, as suas necessidades e expetativas. Conseguimos traçar este perfil se estivermos atentos aos sinais que ele deixa nos diferentes canais de comunicação com a empresa. No mundo digital de hoje em dia, todos deixamos pistas e tudo o que o cliente faz na Internet pode ser informação relevante para a construção do seu perfil. O seu comportamento cria estatísticas, que por sua vez criam comportamentos de consumo. Através da análise de dados dados, podemos melhorar o nosso serviço para aquele cliente, aumentando a sua ligação com a marca.

A análise dos resultados das ações de marketing melhora o seu desempenho

Tudo o que se faz a nível de marketing deve ser medido. Através de ferramentas de análise, como o Google Analytics, é possível identificar quais áreas do site estão a ter melhores resultados e dirigir os esforços para aquelas que não estão a ter um bom rendimento. A nível das redes sociais isso também se aplica e deve analisar-se sempre todas as ações. Deste modo, a análise de dados permite melhorar a performance do marketing, o que se verificará em todas as áreas do negócio.

Informação verdadeira aumenta a confiança nas decisões tomadas

As decisões tomadas com base nos dados reais do negócio vai aumentar a confiança dos gestores. E este aumento de confiança vai ser positivo para o crescimento do negócio pois o gestor será capaz de tomar decisões mais difíceis de forma mais consciente e o risco de errar será menor. A análise de dados influencia positivamente esta questão.

O conhecimento da concorrência melhora o nosso posicionamento de mercado

Analisar as ações da concorrência e criar estatísticas com esses dados vai dar-nos uma melhor perceção daquilo que os nossos concorrentes fazem e vai permitir-nos ter um melhor posicionamento de mercado. A informação em tempo real é cada vez mais uma necessidade e permite-nos saber, a cada momento, o que se passa à nossa volta para que possamos agir de forma rápida e consciente.

O Multipeers é um software de business acitivity monitoring que lhe permite gerir o negócio em tempo real.
Fale connosco e conheça o produto que vai mudar toda a gestão do seu negócio!