7 Erros financeiros que prejudicam a sua empresa

7 Erros financeiros que prejudicam a sua empresa

Posted on Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

Errar é humano e é muito provável que um gestor, ao longo da sua carreira, cometa alguns erros. Contudo, existem erros financeiros que podem ser muito prejudiciais para a gestão de uma empresa e que podem até levar um negócio ao fracasso. No artigo de hoje abordamos os 7 erros financeiros que prejudicam a sua empresa!

Falta de análise constante

É essencial nos dias de hoje analisar continuamente o seu negócio, pois só assim conseguirá encontrar problemas antes que estes se materializem. Os gestores não podem sobreviver mais apenas com folhas de Excel e com relatórios com alguns dias. É fundamental que o negócio seja analisado ao minuto, pois só desta forma será capaz de estar sempre à frente da concorrência. Softwares de monitorização do negócio como o Multipeers são uma necessidade crescente nas empresas atualmente, pois permitem analisar de uma forma simples tudo aquilo que se passa agora com o seu negócio.

Gastar o que (ainda) não se tem

Contrair uma dívida com dinheiro que ainda não entrou em caixa é um erro muito comum e que deve ser evitado ao máximo. Não há garantias de que o cliente não irá atrasar-se no pagamento ou se vai acontecer um imprevisto e será necessário investir em algo mais urgente.

Não fazer um balanço patrimonial

À medida que as empresas crescem, vários investimentos são feitos e o património da empresa vai crescendo ao longo do tempo. Contudo, muitas vezes não existe preocupação em saber o que se possui num determinado momento, acabando por continuar a investir-se de forma desordenada. Ter conhecimento do balanço patrimonial ajuda a empresa a saber se precisa de continuar a investir ou se, pelo contrário, deve reduzir os seus investimentos.

Falta de automatização

Realizar tarefas manualmente que poderiam ser automatizadas é um erro muito frequente. A utilização de um ERP ajuda a otimizar todos os processos, reduzindo os custos e aumentando a produtividade através da diminuição de erros humanos. As informações de uma empresa devem estar integradas, de modo a que todos os dados estejam atualizados para que seja mais fácil tomar decisões.

Não ter KPI’s

A área financeira é uma das mais relevantes em qualquer negócio e o uso de indicadores torna-se imprescindível. O uso de indicadores de negócio permite-lhe medir o resultado e verificar se os objetivos estabelecidos estão a ser cumpridos. Trabalhar sem indicadores é como estar perdido num labirinto complexo sem um mapa para o orientar.

Misturar despesas pessoais com despesas da empresa

É um dos erros financeiros mais comuns entre os empresários, que costumam utilizar a conta da empresa para pagar despesas pessoais. Este erro é muito prejudicial para as empresas, visto que altera completamente os custos fixos da organização e distorce a sua realidade financeira.

Focar apenas nas vendas

As vendas são o objetivo final de todos os negócios, mas se não tiver atenção às outras áreas do negócio, poderá comprometer toda a sua atividade. Uma gestão administrativa e de recursos humanos são exemplos de áreas que merecem ser tratadas com todo o cuidado. A boa gestão de todos os departamentos de uma empresa vai refletir-se nos resultados financeiros a médio e longo prazo.

Os maiores erros financeiros que podem arruinar a sua empresa

Os maiores erros financeiros que podem arruinar a sua empresa

Posted on 1 CommentPosted in Tecnologia e Gestão

Conheça os maiores erros financeiros que podem prejudicar o seu negócio

No mundo dos negócios, a margem para errar é muito reduzida. Contudo, todos os gestores acabam por errar em algum momento das suas vidas e alguns desses erros podem ser fatais para a sobrevivência da empresa. Neste artigo apresentamos os maiores erros financeiros que podem arruinar a sua empresa.

Falta de disciplina

Os empresários no início controlam os gastos da empresa e são disciplinados no que diz respeito a despesas. Com o passar do tempo e com o acumular de trabalho, acabam por desleixar-se neste campo e acumulam orçamentos por aprovar e faturas por pagar. É fundamental que todos os dias o empresário dedique algum tempo a tratar destas questões. Desta forma, o trabalho fluirá mais facilmente e não haverá acumulação de tarefas.

Não pagar todas as contas dentro do prazo

A falta de liquidez origina muitas vezes o adiamento no pagamento de contas. Esse é um erro muito comum pois não pagar dentro do prazo estabelecido vai originar problemas maiores no futuro. A nível de fornecedores, poderão ter dificuldades em conseguir trabalhar com eles posteriormente e a nível de empréstimos bancários pode dificultar o acesso ao crédito no futuro. O ideal é usar um software que permita acompanhar todos os gastos em tempo real, de modo a não deixar acumular contas.

Investir em áreas erradas

Por norma, os empresários têm capital suficiente para investir, mas muitas vezes aplicam o dinheiro em áreas pouco relevantes para a empresa. Existe ainda a ideia de que não é necessário investir em Marketing, por exemplo, e isso leva a que os produtos ou serviços da empresa sejam pouco divulgados, resultando em vendas baixas e poucos lucros. Este erro acontece muito quando os empresários não pesquisam devidamente o mercado e acabam por não conhecer o setor de atividade em que se encontram, cometendo erros que podem ser irrecuperáveis no futuro.

Falta de planeamento para épocas baixas

Todos os negócios têm momentos prósperos e momentos menos felizes e é preciso estar preparado para enfrenta-los. Muitas empresas não se preparam adequadamente para as épocas em que vão ter menos lucros e acabam por esquecer-se que mesmo nessas alturas existem compromissos financeiros que têm que ser cumpridos (salários, pagamentos a fornecedores, pagamentos de serviços, entre outros). As empresas devem ter sempre em conta que precisam de ter um fundo de maneio confortável para que consigam enfrentar os momentos menos bons com calma e tranquilidade.

Má gestão do tempo

Não é à toa que se diz que tempo é dinheiro. Isso aplica-se sobretudo na área dos negócios e muitas vezes os empresários gastam mais tempo em reuniões do que aquele que na verdade necessitam. Uma reunião deve acontecer apenas quando existe um objetivo claro e quando se sabe com clareza o que se quer decidir naquele momento. As reuniões são importantes, mas em algumas empresas acontecem com demasiada frequência e demoram demasiado tempo, o que leva a quebras de produtividade que têm impacto nos resultados financeiros da empresa a curto e longo prazo.

Estes são os maiores erros de gestão cometidos nas empresas. Lidar com tanta informação e responsabilidade não é fácil, mas é essencial que o empresário não se perca no meio de todas as tarefas que tem para fazer. A boa saúde da empresa depende da sua capacidade de organização e gestão!