A importância da mobilidade para o mundo dos negócios

A importância da mobilidade para o mundo dos negócios

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

A ideia de um escritório entre 4 paredes das 9h às 18h está cada vez mais ultrapassada. Atualmente, as empresas preferem que os seus colaboradores tenham mobilidade, isto é, que sejam capazes de trabalhar a partir de qualquer lugar. A massificação do uso da Internet e a constante evolução tecnológica permitiu que a mobilidade se tornasse uma realidade cada vez mais presente nas empresas um pouco por todo o Mundo. A mobilidade empresarial permite uma maior agilidade e eficácia para as empresas, assim como potencia a redução de custos. No artigo de hoje, abordamos a importância da mobilidade para o mundo dos negócios!

Segurança mais reforçada

As empresas muitas vezes têm medo de que a mobilidade seja sinónimo de uma maior probabilidade de perda das credenciais de acesso à rede, o que resulta, na generalidade dos casos, em fugas de informação para o exterior. Felizmente, cada vez mais a tecnologia avança no sentido de tornar os sistemas e as redes mais seguras e praticamente invioláveis. Hoje em dia, é possível controlar o acesso de quem se encontra ligado à rede, definir restrições, entre outros aspetos que contribuem para que aceder à rede da empresa por outros dispositivos não seja encarado como um problema. Saber que os colaboradores vão conectar-se à rede a partir de qualquer local do mundo faz com que as empresas tenham uma preocupação maior com a segurança, o que se traduz numa enorme vantagem para todo o negócio.

Informação em tempo real sobre o negócio

Com o acesso à informação da empresa a partir de qualquer local do Mundo, os colaboradores conseguem dar uma resposta instantânea ao seu interlocutor, passando uma imagem de profissionalismo e de excelência. Produtos como o Multipeers permitem que, através de um smartphone ou de um tablet, o colaborador saiba em que ponto se encontra o negócio a cada momento.  A mobilidade exige a adoção de soluções deste género, que trazem inúmeras vantagens para as organizações, entrando assim numa espiral de acontecimentos positivos que se traduzir-se-ão num incremento do lucro.

Melhor comunicação entre todos os stakeholders

Através de um telemóvel, é possível responder a um e-mail de um cliente a partir de qualquer local do Mundo, sem ter que se esperar por chegar ao escritório. Isto facilita a comunicação na medida em que reduz bastante o período de resposta. Hoje em dia, também já é possível criar e editar documentos nos dispositivos móveis o que torna o trabalho mais eficaz e com resultados mais rápidos. É possível também participar em reuniões geograficamente distantes através do acesso ao Skype num dispositivo móvel, por exemplo. Os clientes hoje em dia são muito mais exigentes do que no passado, pelo que é fundamental que se consiga dar uma resposta rápida e eficaz.

Maior liberdade e maior motivação

Com a mobilidade, é possível que os trabalhadores trabalhem a partir de qualquer lugar e em qualquer altura, o que faz com que não fiquem limitados e obrigados a trabalhar a partir do escritório. Isto faz com que a criatividade e motivação sejam maiores e consequentemente sentir-se-á um aumento da produtividade. Os colaboradores sentem que não existe tanta pressão e que há uma maior liberdade, aumentando assim a sua motivação e envolvimento com a empresa.

7 Lições de Steve Jobs para gerir melhor o seu negócio

7 Lições de Steve Jobs para gerir melhor o seu negócio

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

O nome de Steve Jobs não deixa ninguém indiferente. Além das incríveis tecnologias que desenvolveu ao longo da sua vida, Steve Jobs também deixou uma história que inspira ainda muito empreendedores e gestores. A sua forma única de enfrentar os desafios e de gerir pessoas é uma inspiração para muitos profissionais. No artigo de hoje, destacamos as 7 principais lições de Steve Jobs para gerir melhor o seu negócio!

Aceite que não pode fazer tudo sozinho

Muitos gestores pensam que conseguem fazer tudo sozinhos e isso é um grande erro, pois pode até comprometer toda a atuação da empresa. Ouvir a opinião das equipas de trabalho é essencial para conhecer outros pontos de vista e outras formas de resolver o mesmo problema. Steve Jobs não criou o iPhone sozinho e dava imenso valor à opinião daqueles que o rodeavam.

Mantenha o foco mesmo no meio do caos

Todos os gestores precisam de foco para orientar o seu trabalho. Quando Steve Jobs chegou à Apple, encontrou um cenário caótico, onde várias versões do Macintosh estavam a ser produzidas em simultâneo. Foi necessário orientar a equipa de trabalho, mantendo o foco em dois produtos: um computador portátil e uma versão Desktop. O resultado final foram dois produtos bem conseguidos e que respondiam às necessidades reais dos clientes.

Faça aquilo de que realmente gosta

Atualmente, não é fácil trabalharmos apenas naquilo que gostamos, mas ter paixão pelo nosso trabalho vai fazer toda a diferença nos resultados finais. Jobs gostava muito da área em que trabalhava e por isso empenhava-se mais do que a maioria das pessoas. Só com verdadeira paixão pelo nosso trabalho é que conseguiremos ser felizes todos os dias!

Simplifique os processos

“A simplicidade é a sofisticação definitiva”: este era o lema de marketing da Apple. Steve Jobs desejou que todas as ações do iPhone se concretizassem em 3 cliques apenas. É fundamental que as empresas ofereçam soluções práticas e simples aos seus clientes, pois o consumidor de hoje é muito exigente e gosta de soluções prontas a usar e fáceis de manusear.

Aprenda com os erros

Até os melhores profissionais erram e Steve Jobs não foi exceção. Muitos gestores ficam frustrados quando erram e não conseguem triar partido das lições que todos os erros têm para nos oferecer. Depois de uma queda, é preciso ter força suficiente para se erguer e isso consegue-se através de uma análise objetiva e realista sobre o que correu mal.

Não se acomode

Muitas empresas acomodam-se quando atingem o patamar de sucesso desejado. É um erro pensar que podem acomodar-se e que já não precisam de se esforçar mais para agradar os clientes. A inovação e a procura de melhorias deve ser uma constante na ação das empresas, pois só assim conseguirão ter negócios dinâmicos e rentáveis.

Procure a perfeição em tudo o que faz

Não basta entregar o que é aceitável: é preciso ir mais além e procurar fazer sempre o melhor possível. A perfeição é um conceito subjetivo, mas se cada colaborador e gestor de uma empresa fizer o seu máximo em todas as tarefas, o resultado final será excecional e será muito difícil que a concorrência consiga fazer melhor!