As principais implicações do RGPD na gestão de recursos humanos

As principais implicações do RGPD na gestão de recursos humanos

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

O Regulamento Geral de Proteção de Dados (RGPD) entra em vigor dia 25 de maio. Além de trazer alterações significativas na área do marketing, também terá um forte impacto na gestão de recursos humanos. Para evitar as avultadas coimas que o incumprimento do RGPD traz, as empresas necessitam de introduzir alterações importantes no processo de tratamento de dados pessoais em contexto laboral. No artigo de hoje, abordamos as principais implicações do RGPD na gestão de recursos humanos!

Necessário consentimento dos candidatos para o tratamento dos dados

Se até agora o consentimento tácito dos candidatos era suficiente para que a empresa pudesse tratar os seus dados pessoais, com o novo Regulamento as empresas precisam de obter o consentimento explícito dos candidatos para o tratamento dos seus dados. Os candidatos que não forem recrutados deverão ainda dar o seu consentimento para o tratamento dos seus dados pessoais em processos de recrutamento futuros.

Atualização dos currículos da base de dados

Deverá ser enviada uma comunicação escrita ao candidato de modo a que este expresse o seu consentimento escrito para a conservação dos seus dados na base de dados. Neste momento também deverá haver confirmação de que os dados estão atualizados e caso não estejam o candidato deverá atualizá-los. Caso o candidato não responda a esta comunicação, a empresa deverá apagar o currículo no final do prazo estabelecido.

Candidaturas espontâneas

A área de gestão de recursos humanos deverá criar um procedimento para obter consentimento dos candidatos que enviam candidaturas espontâneas, onde aceitem o tratamento e a conservação dos seus currículos. Aqui deverá ainda ser indicada a finalidade do tratamento dos dados e o prazo em que o currículo se manterá na base de dados da empresa.

Contacto por parte da empresa

O recrutamento ativo apenas poderá ser feito junto dos indivíduos que disponibilizarem os seus contactos em plataformas dedicadas ao mundo do trabalho, como é o caso do Linkedin. Neste caso, existe vontade do candidato em ser contactado por empresas. Contudo, após o primeiro contacto deverá haver consentimento explícito por parte do candidato para a continuação do tratamento dos seus dados pessoais.

Conservação dos dados pessoais na base de dados da empresa

O novo regulamento obriga as empresas a conservar apenas os dados que estão atualizados. Além disso, existe um princípio da minimização na lei que diz que os dados só podem ser conservados pela empresa durante o período estritamente necessário. Assim, quando um determinado processo de recrutamento terminar, a gestão de recursos humanos deve ter um procedimento para eliminar currículos e todos os documentos complementares recolhidos durante esse processo. A nova lei determina que os currículos manter-se-ão atualizados durante o ano e terminado este prazo a documentação deverá ser eliminada ou deverá haver uma comunicação por escrito para o candidato confirmar ou atualizar os seus dados.

5 filmes inspiradores sobre gestão de pessoas

5 filmes inspiradores sobre gestão de pessoas

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

A gestão das pessoas é uma das áreas mais importantes nas empresas, mas infelizmente é uma das mais subvalorizadas. O público interno é o principal público da empresa, pois é através das ações dos colaboradores que a imagem da empresa é criada para os públicos externos. Existem filmes com lições muito valiosas sobre gestão de pessoas e no artigo de hoje selecionamos 5 filmes inspiradores que todos os gestores devem assistir!

Charlie and the Chocolate Factory

Apesar de ser um filme excêntrico e com muita fantasia, temos a visão de um processo seletivo muito eficaz. Willy Wonka é o dono da fábrica e cria uma vaga nova para levar 5 crianças a conhecer a fábrica de chocolates, passando por diversos desafios, que são autênticas dinâmicas de grupo. Willy Wonka tinha todo o processo pensado e com todas as particularidades definidas, tal como um processo seletivo deve ser. Neste filme, vemos que o anúncio certo atrai as pessoas certas, com o perfil ideal para a vaga. Quem passasse por todos os desafios, ficaria com a vaga. Este filme é muito bom para nos mostrar que o planeamento é essencial em todas as fases dos recursos humanos.

Rocky

Todos os filmes do Rocky, estrelados por Sylvester Stalone, mostram-nos um discurso motivacional com capacidade de nos fazer começar a trabalhar de imediato em todos os nossos planos e realizar tudo aquilo com que sempre sonhamos. O Rocky tem uma capacidade de liderança incrível e todos os gestores de recursos humanos deveriam ser um pouco como ele! Este filme também é essencial para a gestão de recursos humanos pois mostra-nos as dificuldades que vamos encontrando pelo caminho até atingirmos o sucesso. A lição principal é que apesar das dificuldades que vão aparecendo, devemos ser capazes de nos mantermos fortes para continuar a lutar!

The Devil wears Prada

Este é um filme obrigatório! Tem um elenco repleto de bons atores e conta-nos a história de Miranda, uma executiva da Runaway Magazine, que contrata uma assistente e a relação entre elas é muito inspiradora. Este filme mostra-nos que o nosso emprego de sonho pode estar muito longe da perfeição e que as más influências no trabalho e o excesso de competitividade pode interferir negativamente em toda a nossa vida. É um filme inspirador sobre gestão de pessoas, que mostra que o bom ambiente no local de trabalho é essencial para o sucesso de uma empresa.

The Internship

Este filme conta a história de dois vendedores experientes que começam a trabalhar como estagiários no Google. Para garantirem o lugar, precisam de entrar numa competição com outros candidatos. No início, encontram dificuldades devido à grande diferença de idades e de conhecimentos entre eles e a nova geração. Contudo, no final conseguem aprender com os mais novos e os mais novos também aprendem com eles. Este filme ensina-nos quão importa é valorizar o conhecimento da sua equipa. Apesar da posição de gestão que ocupa, deve ter em conta que toda a gente tem algo para ensinar e que pode aprender bastante com os seus colaboradores. Incentive a partilha de ideias e conhecimentos entre os colaboradores, pois assim sentir-se-ão mais motivados para evoluir e trabalhar melhor.

The Imitation Game

Este é um filme baseado em fatos reais que nos conta a história Alan Turing, um matemático com uma inteligência acima da média, que é bastante anti social. O filme passa-se durante a Segunda Guerra Mundial. Na ocasião, o governo britânico contratou uma equipa que tinha o objetivo de descodificar um famoso código utilizado pelos alemães para transmitir as suas mensagens de guerra. O filme ensina-nos que trabalhar em equipa é fundamental e não desistir perante as adversidades é das mensagens mais importantes que deve transmitir aos seus colaboradores enquanto responsável pela gestão de pessoas.

Big Data e gestão de recursos humanos: entenda a relação

Big Data e gestão de recursos humanos: entenda a relação

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

As empresas procuram constantemente tirar o máximo partido dos dados para que possam tomar as melhores decisões para o negócio. O Big Data é um termo cada vez mais utilizado, pois as empresas procuram por soluções que lhes permitam gerir a informação e obter os melhores insights. A área dos recursos humanos tem prestado bastante atenção a esta onda gigante de informação que é criada diariamente nas empresas. Um estudo realizado pela Workday refere que nos próximos 5 anos a utilização de tecnologias de analítica sobre grandes volumes de dados terá um grande impacto na gestão de recursos humanos. No artigo de hoje, abordamos a relação entre Big Data e gestão de recursos humanos!

Entender a atitude das pessoas

People Analytics é um termo que vai estar muito em voga nos próximos anos. People Analytics é o processo de recolha, organização e análise de dados sobre o comportamento dos colaboradores, com o intuito de contribuir para as decisões tomadas na empresa, antecipando tendências e ajustando estratégias. O CEO da Humanyze e perito no assunto, Ben Waber refere que “quando usamos dados para entender os comportamentos dentro do ambiente de trabalho que tornam as pessoas eficientes, felizes, criativas, especialistas, líderes, seguidores, enfim, estamos usando People Analytics. É muito importante utilizar esta forma de análise para obter informações sobre quedas de produtividade, reduzido engajamento dos colaboradores e dificuldade em reter os melhores talentos. Com o uso de ferramentas de análise na gestão de recursos humanos torna-se mais simples analisar comportamentos, entender o porquê de as pessoas agirem de uma determinada forma e tomar ações corretivas antes que seja tarde demais.

Diminuição da rotatividade nas equipas

Muitas empresas enfrentam o desafio de verem as suas equipas mudar várias vezes num curto período de tempo. Sem perceberem porquê, não são capazes de reter os melhores talentos, o que faz com que exista pouca estabilidade. Através da análise dos dados, é possível conhecer melhor cada colaborador e contribuir para que ele se sinta bem no local de trabalho, evitando assim a sua saída. É importante conhecer as motivações, desejos a longo prazo e opiniões dos colaboradores, pois só assim os cargos de gestão conseguirão criar um ambiente agradável e onde cada colaborador se sinta bem.

Processos de recrutamento mais inteligentes

O Big Data na gestão de recursos humanos é um fator essencial para encontrar as pessoas certas para as funções certas. Por exemplo, através do Big Data é possível descobrir se as pessoas que têm uma experiência de trabalho interessante são ou não mais propensas a ficar na empresa por longos períodos de tempo ou se a duração das experiências anteriores tem impacto no desempenho da atual função. Com base nestes resultados, a empresa pode concentrar-se em fatores mais relevantes no momento de recrutar.

Avaliação do desempenho

O Big Data ajuda a garantir que o desempenho dos colaboradores é medido com mais precisão, determinando em quais períodos do dia a empresa tem melhores índices de produtividade. É possível também identificar quais colaboradores têm um melhor desempenho.

 

O Multipeers é um sistema de monitorização do negócio que o ajuda a analisar a enorme quantidade de informação que é gerada diariamente na sua organização. Através de dashboards simples, conseguirá perceber instantaneamente em que ponto está a sua empresa e agir de imediato para conseguir os melhores resultados possíveis!