5 Aplicações da Internet das Coisas no mundo da Indústria

5 Aplicações da Internet das Coisas no mundo da Indústria

Posted on Posted in Soluções de Gestão

As principais aplicações da Internet das Coisas na Indústria

A Internet das Coisas descreve um cenário em que variados objetos utilizados no quotidiano estão ligados à Internet. Atualmente, cada vez mais objetos se encontram ligados à Internet. No início desta era digital, apenas era possível conectar smartphones e tablets. No entanto, nos últimos anos temos assistido a uma revolução nesta área e atualmente já é possível conectar consolas de jogos, televisões e câmaras de vigilância à rede. As aplicações da Internet das Coisas tem uma visão que vai ainda mais além disto.

Este novo conceito propõe que conectemos diversos objetos à rede, não com o intuito de criar um novo meio de consultar informação na Internet mas sim com a finalidade de tornar os objetos mais eficientes. Pensemos no exemplo de um frigorífico. Com a definição da Internet das Coisas, o objeto teria a capacidade de nos informar quando o prazo de validade de um alimento está a chegar ao fim. No caso de um termostato, este objeto seria capaz de pesquisar as condições climáticas da zona onde se encontra para definir as condições ideais para o ar condicionado.
De acordo com o Gartner, em 2020 existirão 20,8 milhões de dispositivos interconectados, sem contar com os computadores e dispositivos móveis. Estima-se que em 2020 existirão 7,3 milhões de pessoas no planeta, o que significa que em média cada habitante da Terra terá cerca de três objetos conectados à rede. A nível da indústria, existem variadíssimas aplicações da Internet das Coisas, das quais destacamos as 5 mais importantes.

Produção
Com as aplicações da Internet das Coisas na fase de produção é possível identificar problemas que possam ter impacto no resultado final e comprometer a sua qualidade. Assim é possível implementar ações de correção e aumentar a eficiência e produtividade das máquinas.

Serviços de Manutenção
Ao ter informação detalhada e atualizada sobre o desgaste dos produtos é possível reduzir os custos de manutenção. Esta funcionalidade permite identificar defeitos ou falhas, evitando a avaria dos produtos e os custos associados. Os sensores são capazes de detetar vibrações ou temperaturas anormais e recomendar uma manutenção preventiva.

Engenharia
A monitorização do funcionamento das máquinas e a sua configuração contribui para definir ajustes no processo de produção, incluindo ao nível das matérias-primas.

Logística
Os sensores conectados contribuem para uma maior agilidade ao longo de toda a cadeia de distribuição. A informação em tempo real permite saber onde se encontra um determinado lote e se existiu alguma anomalia ao longo do processo de transporte. Os sensores contribuem também para implementar melhorias nos processos futuros, contribuindo para redução de custos e aumento de eficiência.

Gestão de frotas
A Internet das Coisas permite monitorizar frotas e otimizar velocidades, consumos, estado da viatura, entre outros indicadores.
A Internet das Coisas pode aplicar-se virtualmente a tudo e é colocada pela Gartner no mix das cinco tecnologias digitais que a maioria das empresas terá incluído nas suas plataformas nos próximos anos. Este é mais um conceito que mostra a importância de ter informação em tempo real. Cada vez as pessoas necessitam de estar constantemente atualizadas e isso contribui para melhorias nos processos industriais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *