Conheça os vetores que estão a transformar o software de segurança segundo o GARTNER

Conheça os vetores que estão a transformar o software de segurança segundo o GARTNER

Posted on Posted in Segurança

O mercado do software de segurança está a passar por uma transformação dramática e segundo o Gartner são 4 as principais razões: o uso de análises avançadas, a adoção de SaaS (software as a service), ecossistemas expandidos e as novas leis de proteção de dados. Devido a esta nova realidade, as empresas estão a redesenhar os seus sistemas de segurança.

“O mercado global de segurança está a passar por um período de interrupção devido à rápida transição para modelos digitais de negócios e tecnologia baseados na nuvem que estão a mudar o modo como as funções de risco e segurança proporcionam valor numa organização”, afirma Deborah Kish, analista principal do Gartner. “Ao mesmo tempo, o cenário de ameaças e o aumento do número de incidentes de segurança de alto impacto também estão a criar uma procura por tecnologias de segurança e inovações que proporcionem maior eficácia”.

Vamos analisar com mais pormenor os 4 vetores que estão a mudar o setor do software de segurança:

Até 2020, o Advanced Security Analytics será incorporado em pelo menos 75% dos produtos de segurança

As empresas procuram cada vez mais produtos que incorporem tecnologias analíticas preditivas e prescritivas, ou seja, que sejam “mais inteligentes” e que ajudam a alertar os utilizadores sobre possíveis incidentes de segurança. Estas capacidades analíticas mais avançadas são conduzidas por uma variedade de tecnologias subjacentes, tais como heurística, inteligência artificial/aprendizagem de máquina e outras técnicas.

A aquisição e integração de produtos e tecnologias será uma estratégia crítica para aumentar a participação de mercado e entrar em novos mercados

Dada a preponderância de startups e pequenos fornecedores que buscam abordagens inovadoras para problemas de segurança, a aquisição, integração e consolidação são estratégias altamente eficazes para aumentar a participação de mercado e entrar em mercados desconhecidos. Em muitos casos, os fornecedores maduros que estão em busca de crescimento contínuo adquirem empresas de crescimento mais rápido de mercados adjacentes emergentes. Em outros casos, os fornecedores otimizam os lucros através da consolidação de produtos similares sob uma única marca, portanto, alavancando as economias de escala através da combinação de funções essenciais, como desenvolvimento, suporte, vendas e marketing.

A procura por flexibilidade pelos utilizadores finais aumentará a adoção de SaaS

Uma pesquisa recente sobre gastos de segurança de utilizador final do Gartner indica que existe uma preferência por produtos em um formato de serviço. O SaaS para segurança e gestão de riscos torna-se crítico à medida que os clientes passam às práticas comerciais digitais. No entanto, os fornecedores devem considerar as implicações financeiras de manter o suporte para produtos de segurança em vez de investirem num produto gerido.

A nova lei de proteção de dados cria uma oportunidade para o setor da segurança

O Regulamento Geral de Protecção de Dados (GDPR) entrará em vigor no dia 25 de maio de 2018 e existirão coimas avultadas para as empresas que não cumpram o regulamento. As empresas estarão mais dispostas a investir em soluções de segurança pois o investimento será necessário para que não tenham que pagar multas elevadas.

O mundo empresarial está mesmo a mudar e as empresas precisam de se adaptar. A análise em tempo real e a necessidade de proteger os dados da organização são uma realidade cada vez mais evidente.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *