Dicas de Gestão

5 séries da Netflix obrigatórias para os gestores

5 séries da Netflix obrigatórias para os gestores

A Netflix tem conquistado fãs em todo o Mundo e é sem dúvida uma ótima plataforma para os momentos de descanso. Contudo, mesmo em tempo de lazer é possível aprender e existem séries que nos ensinam verdadeiras lições sobre gestão e liderança. No artigo de hoje, apresentamos 5 séries da Netflix obrigatórias para os gestores!

The Office

Esta série de comédia é um tipo de documentário sobre uma empresa que comercializa papel. O gestor da empresa, Michael Scout, pensa que é amigo de toda a gente, mas os seus colegas têm uma ideia diferente. Na verdade, Michael Scout não tem qualquer tipo de talento para se relacionar com pessoas e muito menos para coordenar uma equipa. Acaba por se questionar porque é que os seus colegas nunca se divertem no seu local de trabalho, tendo em conta que considera que aquele é um “trabalho de sonho”. A série foca-se nos conceitos de liderança, mostrando-nos o que não fazer quando nos encontramos numa posição de liderança. Poderá ver esta série no catálogo da Netflix e divertir-se enquanto aprende importantes lições sobre liderança e gestão de equipas!

House of Cards

Certamente que já ouviu falar nesta famosa série da Netflix protagonizada por Kevin Spacey. A série mostra-nos Frank Underwood, um deputado sem escrúpulos do partido democrata dos Estados Unidos. Ao longo dos episódios vemos reveladas as suas manhas para conseguir, a qualquer custo, uma posição cada vez mais estratégica no mundo da política. Aprendemos nesta série que devemos tratar os nossos subordinados com respeito e que para vencer é necessário estar sempre um passo à frente, antecipando jogadas do inimigo e conhecendo bem os nossos adversários.

Breaking Bad

Walter White é um professor de química que descobre ter uma doença incurável. Sabendo que o fim está próximo, decide fazer tudo o que pode para deixar a sua família numa boa posição financeira. Walter transforma-se assim em Heisenberg, um poderoso traficante de droga. O que tirar desta série da Netflix para o seu negócio? A lição mais importante é que o segredo para o sucesso é gostar verdadeiramente daquilo que se faz. Também aprendemos que a imagem é muito importante nos negócios e Walter ensina-nos também valiosas lições sobre negociar!

Mad Men

Esta série passa-se nos anos 60, em Nova York, e mostra-nos o dia-a-dia de Don Drapper, um diretor de criação. É-nos revelado o mundo da publicidade naquela época, bem como as mudanças que foi sofrendo ao longo da época. A série foca-se também na vida pessoal das personagens, onde nos é mostrada uma luta pelo poder e vários momentos de frustração. Mad Men mostra-nos um líder justo e inteligente e uma secretária tímida e calada que consegue chegar a uma posição de poder. É uma série muito interessante pois mostra-nos que a capacidade de inovação é fundamental em momentos mais conturbados e que as oportunidades de negócio devem ser aproveitadas. Mad Men é indicada especialmente para gestores de marketing.

Dr. House

Gregory House é tudo aquilo que um líder não deve ser. É um médico conceituado que está disposto a tudo para diagnosticar as doenças mais raras e complicadas que os seus pacientes apresentam. Sem respeitar a ética profissional, o Dr. House é capaz de invadir a casa dos seus pacientes sem autorização. É uma pessoa anti-social e trata bastante mal todos os seus subordinados, acabando por ser odiado pela sua equipa. Então porque é que Dr. House está nesta lista? Apesar do seu temperamento complicado Dr. House não segue o caminho óbvio: ele questiona tudo e procura a melhor solução em todos os casos. Também nos mostra que um líder deve desafiar constantemente as capacidades de cada membro da equipa, pois só desta forma é possível mantê-la motivada e empenhada a fazer cada vez melhor. Por fim, Dr. House mostra-nos que não é necessário perder tempo com “cerimónias” e formalismos, focando-se apenas naquilo que realmente importa!

 

Já assistiu a alguma destas séries? Tem outras sugestões de séries importantes para gestores? Partilhe connosco a sua opinião!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *