Softwares de gestão de pessoas: 5 soluções para a sua empresa

Softwares de gestão de pessoas: 5 soluções para a sua empresa

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

Em um mundo tão conectado, onde as informações correm tão depressa, fica para trás quem não investir em tecnologia para automatizar e agilizar processos dentro da empresa. Hoje em dia existem diversas soluções tecnológicas para diversas áreas da administração empresarial. Nesse texto vamos te mostrar as cinco principais soluções em softwares de gestão de pessoas para você adotar ainda hoje.

Boa leitura!

1-   Softwares de recrutamento e seleção

O sistema de recrutamento e seleção de gestão de pessoas é historicamente marcado por ser um processo longo e burocrático. No entanto, hoje em dia, as empresas costumam ter uma rotatividade de colaboradores muito alta e por isso não dá para esperar meses entre a saída de um profissional e a entrada de outro para substituí-lo.

Para driblar essa burocracia, existem softwares de gestão de pessoas que já fazem esse processo de forma simples e rápida.

Esses softwares automatizam todo o processo de recrutamento e seleção: desde a divulgação da vaga, até entrevistas online e emissão de avisos e notificações para os selecionados.

Esse tipo de ferramenta é indicado para todas as empresas que desejam agilizar o processo de recrutamento e seleção.

2-   Ponto na web

Foi-se o tempo do registro de ponto em folha ou planilhas, hoje em dia é muito mais fácil fazer a gestão das horas de trabalho dos seus colaboradores através de um software de ponto eletrônico online.

Essas ferramentas auxiliam os gestores de RH desde o controle de entrada e saída dos colaboradores até outras questões como bancos de horas e período de férias, gerando indicadores importantes para a gestão de pessoas.

Além disso, não demandam os custos que a instalação de um ponto físico requer, sendo a escolha perfeita para empresas que não podem gastar muito, mas querem modernizar a forma de registro do ponto dos colaboradores.

E o melhor é que essas soluções estão dentro das legislações trabalhistas de cada país.

3-   Soluções para trabalho remoto

O trabalho remoto é uma situação cada vez mais presentes nas empresas, e pode auxiliar em questões de qualidade de vida, produtividade e clima organizacional.

Mas para isso é preciso adotar uma ferramenta que possibilite esse trabalho remoto, que possua algumas funcionalidades, como: possibilidade de comunicação a distância, compartilhamento de arquivos, atribuição de tarefas, agenda online e muito mais.

Adotar um software específico para o home office é mais seguro e colabora para a não-fragmentação da informação.

Além disso, esses softwares permitem que os gestores e profissionais do RH possam verificar as atividades realizadas, mesmo à distância.

4-   Ferramenta para apontamento de horas

Softwares de apontamento de horas permitem que os colaboradores registrem as horas trabalhadas de acordo com as tarefas executadas, indicando o tempo que eles gastaram em cada uma.

Essa ferramenta auxilia o RH a fazer divisão de custos entre os diferentes projetos que o colaborador executa e a mensurar o que toma mais tempo do seu dia.

5-   Plataforma EAD para treinamento de colaboradores

O treinamento e desenvolvimento (T&D) de colaboradores é uma das principais demandas de um setor de gestão de pessoas.

As práticas de T&D são responsáveis por efetivamente proporcionar o desenvolvimento de colaboradores e fazer com que eles ajudem a empresa a atingir seus objetivos estratégicos e, consequentemente, sua visão de futuro.

No entanto, muitas empresas têm dificuldade em fazer o treinamento e desenvolvimento acontecer porque envolve conciliar o tempo de colaboradores, gestores e instrutores de T&D ou ainda arcar com a logística de deslocar as pessoas até um lugar específico para fazer isso.

E alguns softwares podem ajudar com isso, como: plataformas EAD (ensino a distância) para treinamento e desenvolvimento de colaboradores.

Com elas é possível hospedar conteúdos na plataforma online, assim os colaboradores podem acessar em qualquer hora ou lugar.

Essas plataformas também podem emitir relatórios completos do desempenho dos colaboradores, auxiliando a área de gestão de pessoas a mensurar se o treinamento está sendo feito e se está surtindo efeito.

E o melhor é que todas essas soluções podem ser encontradas na nuvem, facilitando a segurança da informação da sua empresa!

Se você gostou dessas soluções, vai gostar também de conhecer o Twygo – Plataforma EAD para treinamento de colaboradores. Converse com a gente, será um prazer ajudar você!

 

Guestpost by: Twygo

Boas Práticas para Controlar o Estoque de Uma Empresa

Boas Práticas para Controlar o Estoque de Uma Empresa

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

O controle de estoque  de uma empresa é uma atividade vital. Ele representa a fonte de suprimentos para atendimento da demanda do negócio, o que, em última instância, significa que se trata de uma das atividades mais importantes para que a organização cumpra o que foi prometido aos seus clientes.

Sendo assim, é de grande importância definir estratégias claras e manter a atenção da equipe responsável em realizar uma gestão eficiente do estoque, alinhada com os objetivos organizacionais. Isso se torna ainda mais essencial por se tratar de um processo com diversos desafios a serem superados e de grande impacto sobre a rentabilidade.

Vejamos algumas práticas que podem ajudá-lo com sua gestão de estoque e abrir as portas para melhores resultados.

Controle o Giro de Estoque

O giro de estoque está entre os principais indicadores para controle de estoque empresarial. Basicamente, ele mede o número de vezes que o estoque foi renovado em um determinado intervalo de tempo. Sendo assim, você consegue avaliar se tem mantido um volume ideal de itens.

Se o giro de estoque for elevado, isso significa que você possui uma operação eficiente, na qual produtos não ficam “encalhados” nas prateleiras. Dessa forma, o capital do negócio permanece livre para investimentos em outros aspectos que produzam retorno para a organização, ao invés de imobilizado.

Trabalhe com Estoque de Segurança

Um dos grandes objetivos do controle de estoque está em impedir que faltem unidades para atendimento aos clientes. Sendo assim, uma das principais ferramentas para atender a tal requisito é o estoque de segurança.

Trata-se de uma quantidade de itens calculados como excedentes ao estoque zerado. Dessa forma, quando se chega ao ponto de ressuprimento, que é o estoque mínimo aceitável para que se peça novas unidades, a solicitação é feita e, além do volume de itens necessários até o recebimento da nova remessa, deve haver uma quantidade para cobrimento de imprevistos, como atrasos.

Invista em Tecnologia

A tecnologia é um fator central para qualquer negócio da atualidade. Ela se tornou um item indispensável para o desenvolvimento de uma série de atividades, o que inclui a gestão de estoque.

Alguns exemplos de contribuições que ela traz nesse caso são programas específicos para desenvolvimento das etapas envolvidas e diversas possibilidades de automação de processos. Sendo assim, trata-se de um dos principais caminhos para o controle consistente de sua operação de estoques.

Atenção a Itens com Validade

Outra boa prática envolvida na gestão de estoque é o controle de validade. É necessário encontrar maneiras, se possível automatizadas, para garantir que só se trabalhe com itens dentro da condição ideal de uso, o que exclui os elementos vencidos.

Muitas técnicas ajudam nesse processo e uma das mais conhecidas é a FIFO, sigla para First In, First Out, que em tradução livre significa: “Primeiro a entra, primeiro a sair”. Basicamente, ela preconiza que os itens devem ser utilizados em função de sua chegada ao estoque, liberando primeiro aqueles que chegaram primeiro e reduzindo a possibilidade de vencimentos.

Analise o Perfil de uso de cada Item e Monte um Estoque Racional

Nossa sexta dica se refere aos fatores logísticos, como é o caso do deslocamento. Quanto mais um item é demandado, mais ele será retirado da prateleira. Isso indica que é melhor que os itens mais utilizados possuam uma distância de acesso inferior à dos itens pouco utilizados.

Esse é apenas um dos princípios que devem reger a montagem do layout do estoque empresarial. Por mais que pareçam itens simples, muitas organizações desprezam seus ganhos potenciais e perdem elevados montantes financeiros todos os anos, graças às pequenas perdas que se acumulam e se tornam perdas gigantescas com o tempo.

Por isso fica a dica: trabalha por um estoque racional.

Integre os Processo Associados ao Controle de Estoque

A última boa prática de controle de estoque que queremos destacar é a de integração de processos. As atividades de cada departamento de uma empresa estão inter-relacionadas e devem ser conduzidas de maneira integrada para gerar sinergia.

Sendo assim, o ideal é que você avalie, por exemplo, o impacto das vendas sobre seu estoque que, por sua vez, afetará seu controle financeiro.

Um ótimo caminho para ter essa visão abrangente e manter um controle preciso de toda a cadeia é utilizar um ERP. Trata-se de um software especialmente direcionado para oferecer uma interface virtual da sua organização e possibilitar uma gestão ampla de seus processos.

By: GestãoClick

7 dicas de gestão para todas as empresas

7 dicas de gestão para todas as empresas

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

Algumas dicas de gestão são universais, independentemente do tamanho da empresa. É importante que os gestores estejam sempre atentos às tendências do mercado e às necessidades dos seus clientes, para que se possam adaptar constantemente à realidade onde estão inseridos. No artigo de hoje, deixamos-lhe 7 dicas valiosas para gerir melhor a sua empresa!

Conheça bem o mercado e os seus clientes

Parece uma dica muito básica e que todos conhecem, mas a verdade é que é aqui onde muitas empresas falham. É fundamental que as empresas conhecem bem o mercado onde estão inseridas, para que não sejam surpreendidas por flutuações inesperadas. Do mesmo modo, é imprescindível que as empresas saibam bem para que público estão a comunicar e que conheçam as especificidades do seu público-alvo. Só deste modo é que é possível criar uma mensagem que vá de encontro às necessidades do target.

Saiba sempre tudo sobre o seu negócio

Entender a cem por cento aquilo que faz e conhecer a cada momento o estado do negócio é imprescindível para que tenha bons resultados. Uma boa opção para estar sempre a par do que se passa com o seu negócio é utilizar uma ferramenta de monitorização em tempo real como o Multipeers, pois conseguirá encontrar toda a informação sobre todas as áreas da empresa num só dashboard.

Mantenha o seu foco no Cliente

O Cliente é o mais importante do seu negócio e é para ele que deve trabalhar. Hoje em dia, os consumidores são muito mais exigentes do que no passado e são mais informados, o que significa que deve fazer um esforço acrescido para conseguir colmatar todas as suas necessidades. Mantenha canais de comunicação em diversas plataformas e mostre-se preocupado em resolver todas as suas necessidades. Só assim é que conseguirá fidelizá-lo.

Estabeleça objetivos

Se não sabe para onde vai, qualquer caminho serve. É importantíssimo estabelecer objetivos e trabalhar em equipa no sentido de alcança-los. Os objetivos devem ser mensuráveis e realistas, caso contrário apenas contribuirão para desmotivar os colaboradores.

Invista na comunicação interna

A comunicação interna é muitas vezes descurada, mas é das áreas mais importantes numa empresa, pois lida com o principal público de uma organização: os seus recursos humanos. É importante que exista fluidez na transmissão de mensagens, assim como transparência no ambiente de trabalho. É essencial implementar canais de gestão empresarial e/ou aplicações que facilitem a comunicação entre os diversos departamentos.

Utilize o ciclo PDCA

PDCA é a siga para planear, fazer, verificar e agir. É uma técnica de gestão ligada à melhoria dos processos de uma empresa. O seu objetivo é solucionar problemas, apontando as causas para potenciais desvios e falhas produtivas. Este processo torna a organização da empresa mais eficiente a longo prazo e é essencial que se aplique desde o momento de criação de um negócio, para que a melhoria possa ser contínua.

Utilize um ERP

Os sistemas de gestão ERP são utilizados para melhorar a gestão dos recursos empresariais e relacionam os dados e processos num único lugar. Através da utilização de ferramentas deste tipo, é possível integrar todos os setores da empresa para que a tomada de decisão seja mais fácil e mais objetiva. A utilização de um ERP permite ainda a redução de custos não estratégicos e a criação de uma maior vantagem competitiva.

Dicas práticas para otimizar a gestão do seu negócio

Dicas práticas para otimizar a gestão do seu negócio

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

Gerir um negócio nunca é uma tarefa fácil. Existem muitos dados envolvidos, muitas decisões para serem tomadas e muitos recursos humanos com quem lidar. Uma gestão otimizada é uma garantia de que o negócio se irá manter sustentável, sendo, por isso, muito importante saber como gerir todos os recursos de uma empresa. No artigo de hoje, vamos deixar-lhe algumas dicas práticas para otimizar a gestão do seu negócio!

Invista na comunicação interna

A comunicação interna é muitas vezes descurada, mas é das áreas mais importantes numa empresa, pois lida com o principal público de uma organização: os seus recursos humanos. É importante que exista fluidez na transmissão de mensagens, assim como transparência no ambiente de trabalho. É essencial implementar canais de gestão empresarial e/ou aplicações que facilitem a comunicação entre os diversos departamentos.

Utilize um ERP

Os sistemas de gestão ERP são utilizados para melhorar a gestão dos recursos empresariais e relacionam os dados e processos num único lugar. Através da utilização de ferramentas deste tipo, é possível integrar todos os setores da empresa para que a tomada de decisão seja mais fácil e mais objetiva. A utilização de um ERP permite ainda a redução de custos não estratégicos e a criação de uma maior vantagem competitiva.

Acompanhe os KPI em tempo real

Os indicadores-chave de desempenho são muito importantes para uma tomada de decisão mais assertiva e ponderada. Eles funcionam como um termómetro que nos indicam o grau dos resultados obtidos em determinadas áreas. Através de um software BAM como o Multipeers, é possível analisar o cumprimento dos KPI em tempo real. A vida do seu negócio acontece agora, por isso é imprescindível acompanhar, a cada segundo, o que se passa com a sua empresa! Só assim é que conseguirá estar um passo à frente da concorrência.

Conheça bem o mercado e os seus clientes

Parece uma dica muito básica e que todos conhecem, mas a verdade é que é aqui onde muitas empresas falham. É fundamental que as empresas conhecem bem o mercado onde estão inseridas, para que não sejam surpreendidas por flutuações inesperadas. Do mesmo modo, é imprescindível que as empresas saibam bem para que público estão a comunicar e que conheçam as especificidades do seu público-alvo. Só deste modo é que é possível criar uma mensagem que vá de encontro às necessidades do target.

Estabeleça objetivos realistas

Se uma empresa não sabe para onde quer ir, qualquer caminho serve. O estabelecimento de objetivos realistas é o fio condutor da empresa e é o mapa que vai guiar toda a atuação dos colaboradores. Para que um objetivo seja positivo para a empresa, deve ser específico, mensurável, atingível, relevante e desafiador.

 

Os 5 maiores benefícios do uso da análise de dados para as suas vendas

Os 5 maiores benefícios do uso da análise de dados para as suas vendas

Posted Leave a commentPosted in Uncategorized

Mais do que ter um produto de qualidade e uma equipe competente de vendas, é essencial reunir informações sobre o seu negócio e o mercado e analisá-los. Essa medida oferece uma série de vantagens e para descobrir quais são os 5 maiores benefícios do uso da análise de dados para suas vendas, você vai conferir neste artigo os tópicos a seguir:

  • Conhecimento do mercado;
  • Marketing mais eficiente;
  • Maior conversão de vendas;
  • Tomada de decisões;
  • Mobilidade da análise de dados.

Conhecimento do mercado

Existem muitos benefícios do uso da análise de dados para suas vendas, sendo que um dos principais é ajudar no conhecimento do mercado. Afinal, se você não entender o segmento no qual atua são grandes as chances de cometer erros. Por outro lado, ao ter consciência do seu funcionamento é possível sempre estar à frente da concorrência.

Desse modo, consegue oferecer ao seu público-alvo soluções em produtos e serviços que atendem as suas necessidades, já que essa é uma das estratégias mais assertivas para atrair consumidores em potencial para a sua empresa. Com o conhecimento do mercado pode ainda, portanto, ditar tendências e acompanhar as inovações e beneficiar-se delas.

Marketing mais eficiente

Assim como a análise de dados permite entender o seu ramo de atuação para poder acompanhá-lo e manter-se sempre em destaque em meio à concorrência, o estudo das informações também possibilita que o seu negócio invista em ações de marketing mais eficientes. Essa é mais uma forma de conquistar o seu público alvo e vender mais.

Com a análise de dados, consegue ainda reduzir os investimentos com marketing, uma vez que é possível focar nas ações que oferecem os melhores resultados, sem gastar com aquilo que não dá o retorno esperado. Em tempos de grande variedade de ações de marketing que podem ser feitas, nada melhor do que identificar as mais vantajosas para o seu negócio.

Maior conversão de vendas

Quando se conhece o mercado e são realizadas as campanhas de marketing mais eficientes, uma consequência natural é a maior conversão de vendas. Afinal, vender mais é o objetivo de todas as empresas, já que isso significa mais lucro e possibilidade de ampliar o seu negócio e torná-lo mais moderno.

Analisar os dados também ajuda a equipe a identificar quem são os consumidores do seu produto e assim ajustar campanhas publicitárias e mesmo o produto ou serviço em si para atendê-los de modo mais adequado. Além disso, permite entender o comportamento de compra dos consumidores e, assim, apresentar a sua mercadoria no momento certo.

Tomada de decisões

Embora a análise de dados para seu controle de vendas seja essencial, essa tarefa pode custar muito tempo da sua equipe quando é feita sem o uso das ferramentas adequadas. Hoje em dia, mesmo pequenas empresas trabalham com um grande fluxo de informação e analisar todos os dados do seu negócio pode ser bastante dispendioso.

Com isso, a sua equipe vai levar muito mais tempo para obter as respostas que procura e quando isso acontecer já pode ser tarde demais. Para tanto, existem ferramentas que ajudam na análise de dados, mostrando as informações relevantes em tempo real e de modo claro, por meio de gráficos e outros recursos.

Além de agilidade esses recursos promovem o compartilhamento dos dados com todos os envolvidos, tornando o trabalho mais organizado. Tudo isso é de extrema importância para a tomada de decisões, pois sem informações atualizadas e completas corre-se o risco de não fazer as melhores escolhas para o seu negócio.

Mobilidade da análise de dados

As ferramentas adequadas para analisar os dados devem oferecer ainda acesso remoto. Essa vantagem é útil em diferentes momentos, já que você e a sua equipe não estão sempre na empresa. Além disso, a tomada de decisões muitas vezes se dá durante as vendas externas e em reuniões fora da empresa.

Mas com um sistema que ofereça mobilidade da análise de dados, podendo ser feitaem qualquer lugar e a qualquer momento, é possível tomar as decisões certas sempre que preciso. Para desempenhar essa tarefa e demais atividades de gestão empresarial o ERP para pequenas e médias empresas GestãoClick é um recurso completo.

Esse sistema informatiza todos os dados do seu negócio, conecta os setores e automatiza os processos. Assim, além de dinamismo, é possível contar com a mais completa segurança dos dados da sua empresa. Para margem, esses softwares permitem que você gerencie desde o cadastro de clientes até completo do programa de controle financeiro da sua empresa.

Artigo by: GestãoClick

7 dicas para melhorar o relacionamento com o Cliente

7 dicas para melhorar o relacionamento com o Cliente

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

Saiba como melhorar o relacionamento com o Cliente

A evolução digital tornou a comunicação com o Cliente mais fácil, tendo em conta a multiplicidade de meios que existem para chegar até ele. No entanto, se a comunicação é mais fácil para nós, também o é para os nossos concorrentes, pelo que a disputa pela atenção do público-alvo está maior do que nunca. Existem dicas importantes que pode seguir para melhorar o relacionamento com o Cliente e neste artigo apresentamos-lhe os 7 melhores truques!

Cumprir prazos

Para satisfazer o cliente no imediato, muitas empresas cometem o erro de definir prazos demasiado curtos para resolver questões complexas. É tentador mostrarmos aos clientes que somos rápidos e eficientes, mas se depois não conseguirmos cumprir os prazos estabelecidos vamos passar uma imagem de falta de profissionalismo e de zelo. Por isso, é essencial ser consciente na hora de definir um prazo pois temos que ter em conta todas as limitações de tempo e de recurso que possam existir. Vale mais dar um prazo maior e cumprir antes do tempo do que comprometer-se com um prazo curto e deixar o cliente insatisfeito.

Foco na resolução das necessidades do cliente

O relacionamento com o cliente não se extingue no momento em que este efetua a compra. Cada vez mais é essencial acompanhar o nível de satisfação dos consumidores, através de inquéritos de satisfação para saber se percebeu todas as funcionalidades do produto, se o está a utilizar corretamente e se está contente com a sua compra.

Atualize as informações em tempo real

Sempre que receber um novo dado sobre um cliente ou potencial comprador, é necessário que atualize o seu CRM de imediato. Não deixe essa tarefa para depois pois corre o risco de se esquecer e de perder informações importantes para a concretização de uma venda. Alimentar os seus sistemas de informação em tempo real e analisar todas as mudanças com um sistema de monitorização do negócio como o Multipeers permite que se tomem decisões mais conscientes e que se fechem negócios mais rapidamente.

Estabeleça relações emocionais

De acordo com um estudo publicado pela Harvard Business Review Brasil, transformar clientes satisfeitos em pessoas conectadas emocionalmente com a empresa é muito mais vantajoso do que tornar clientes insatisfeitos em satisfeitos. Um cliente ligado emocionalmente a uma marca gasta duas vezes mais e tem um valor 52% maior do que um cliente apenas satisfeito. Um bom truque para ligar-se emocionalmente aos clientes é criar uma espécie de clube VIP, onde oferece promoções especiais e ofertas exclusivas.

Tenha uma boa presença nas redes sociais

Atualmente, as pessoas já não vão à Internet: elas vivem online. Por isso, é essencial que uma marca tenha a consciência das redes sociais mais frequentadas pelo seu target e que defina uma estratégia de atuação nessas plataformas para garantir um contacto próximo com o cliente. Se utilizar uma página de Facebook, ofereça conteúdo interessante e esteja sempre disponível para responder rapidamente às questões dos seus seguidores. Não fale só sobre si e partilhe conteúdo sobre a sua área de atuação, para atrair a atenção dos seus seguidores.

Seja humano e não mecânico

Os consumidores sentem-se mais confiantes com as empresas que os tratam com educação e transparência e não sentem qualquer empatia com empresas que utilizam um atendimento standartizado e quase robótico. Falar com o cliente de forma empática e fazer com que ele se sinta atendido por uma pessoa igual a ele vai ajudar a aumentar a confiança.

Seja objetivo

Os clientes detestam quando sentem que as empresas os estão a enganar com palavras bonitas que não entendem. Deve ser sempre objetivo e ir direto ao problema que o cliente quer resolver. Não tenha medo de dizer “não” ou de assumir um erro. Deve é oferecer sempre soluções ao cliente de modo a minimizar os efeitos negativos que uma compra possa ter tido.

7 Ferramentas de gestão que todos os empresários devem utilizar

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

No dia-a-dia empresarial agitado, nem sempre é fácil conseguir gerir todos os projetos e tarefas. Felizmente existem aplicações e ferramentas de gestão que nos simplificam a vida caso sejam bem utilizadas. Neste artigo apresentamos-lhe 7 aplicações e ferramentas de gestão que todos os empresários devem utilizar!

Dropbox

A Dropbox é um serviço para armazenamento e partilha de arquivos. O seu conceito baseia-se na Cloud Computing e, através deste serviço (gratuito até um limite de espaço), pode criar uma pasta virtual no seu computador que ficará armazenada na nuvem e partilhá-la facilmente com quem quiser. Pode modificar e trabalhar na pasta como se fosse uma pasta normal e todos os arquivos estão protegidos mesmo que aconteça algo com o computador.

Ciclo PDCA

O ciclo PDCA é uma das ferramentas de gestão mais fundamental para a sua empresa porque ele segue 4 etapas indispensáveis para o seu bom funcionamento e eficiência. A sigla PDCA significa planear, executar, analisar e corrigir. A aplicação desta técnica em todas as tarefas e departamentos de uma empresa garante a otimização dos recursos e a melhoria constante do desempenho individual e coletivo.

Análise de KPI’s

Um KPI – indicador de performance – é um valor que demonstra se a empresa está a atingir os seus principais objetivos. A empresa pode e deve ter KPI’s bem definidos. Do mesmo modo, cada departamento e colaborador deve conhecer os seus KPI’s de modo a que possa trabalhar no sentido de atingir os seus objetivos e ajudar a empresa a crescer. “Se não sabemos para onde vamos qualquer caminho serve”: deste modo, é indispensável que cada colaborador conheça o seu papel na empresa para que possa orientar o seu trabalho diário no sentido de atingir todos os seus objetivos.

MindMeister

O MindMeister é um mapa mental online que lhe permite acrescentar ideias a um esquema, de modo a que todos os seus pensamentos relacionados com determinado projeto fiquem organizados no ecrã, de modo a conseguir tomar decisões mais facilmente. É uma forma prática e rápida de organizar a informação.

ERP

O ERP (entreprise resource planning) é o software de gestão que gere toda empresa e é a ferramenta mais básica que uma empresa deve ter. O ERP controla todos os processos da empresa e é uma ferramenta muito importante para que possa gerir e decidir com segurança-

Google Analytics

O Google Analytics permite-lhe analisar o estado do seu website. No mundo atual, em que todos vivemos online, o nível de desempenho do website é um indicador essencial para medir o sucesso do negócio. Esta ferramenta é gratuita e de fácil utilização e permite-lhe saber o número de visitas, origem das visitas, páginas mais vistas, entre muitos outros indicadores que lhe permitirão melhorar o seu website.

Análise de dados em tempo real

O mundo dos negócios é cada vez mais acelerado e é essencial que um gestor saiba, a cada momento, o que se passa na sua empresa. Analisar relatórios com alguns dias significa ter uma ação reativa aos acontecimentos, o que pode trazer prejuízos para a empresa. Assim, a análise de dados em tempo real é cada vez mais essencial no mundo empresarial. O Multipeers é um sistema BAM que permite analisar o negócio ao minuto, através de uma plataforma onde se encontram todas as informações da empresa, oriundas das diversas fontes de dados. Isto permite uma tomada de decisão mais rápida e altamente efetiva.

 

Conheça as vantagens do sistema BAM e saiba como estas ferramentas podem ajudar o seu negócio!

Visão 360: saiba como integrar toda a informação do seu negócio

Visão 360: saiba como integrar toda a informação do seu negócio

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

A tecnologia mudou a forma como vivemos e como trabalhamos. Numa era cada vez mais tecnológica e digital, as empresas precisam de se focar em aumentar a sua competitividade e produtividade. A tecnologia é, hoje em dia, um elemento essencial para apoiar os negócios e tem um impacto direto nos seus resultados. As empresas precisam de utilizar sistemas de gestão modernos capazes de acompanhar a evolução tecnológica sem comprometer a produtividade e o desempenho. A integração da informação do negócio é uma necessidade e uma realidade para que tenha uma visão 360 sobre tudo o que acontece. Neste artigo, falaremos sobre integrar as informações de negócio e sobre o impacto que tem nos resultados das empresas.

Monitorização do negócio em tempo real

Saber o que se passa em tempo real em cada departamento da organização é fundamental para que possa tomar decisões eficazes e conscientes. Softwares como o Multipeers permitem analisar todas as informações do seu negócio, oriundas das mais diversas fontes de dados, num só dashboard, através de uma forma simples e interativa. Ter todas as informações do negócio num só local permite-lhe fazer uma melhor gestão do tempo e tomar as decisões acertadas para o futuro da sua empresa.

Objetivos interdependentes

Muitas vezes os departamentos de uma empresa funcionam como se fossem organismos isolados e com objetivos totalmente independentes do resto da organização. Uma das melhores formas de interligar os departamentos e obter uma visão 360 do negócio é estabelecer objetivos comuns aos diferentes departamentos. Assim, existirá uma maior comunicação entre os diferentes departamentos pois todos sentirão que estão a trabalhar para metas comuns. Isto também favorece a existência de uma cultura colaborativa.

Utilização de um sistema ERP

ERP significa Entreprise Resource Planning, ou seja, Planeamento dos Recursos Corporativos. A missão desta ferramenta é agrupar todos os departamentos da empresa, proporcionando uma melhor comunicação, através de um fluxo de informação contínuo. Este fator revela-se de grane utilidade pois os processos de uma empresa dependem uns dos outros e uma falha de comunicação ou perda de transmissão dos dados pode significar grandes perdas de produtividade e de lucro. O ERP é, deste modo, o software mais básico de uma empresa e garante o controlo financeiro da organização. O ERP permite que deixe de usar dezenas de softwares isolados e garante um maior controlo sobre tudo e uma visão 360 sobre o que se passa numa empresa.

Ter uma visão mais ampla é fundamental para conseguir acompanhar o negócio e tomar decisões acertadas. No dia-a-dia empresarial agitado de hoje em dia e com as exigências cada vez maiores dos consumidores, ter conhecimento sobre o mercado é uma arma obrigatória para se vencer. Faça download do nosso e-book sobre monitorização do negócio e saiba como um sistema BAM pode ajudar a sua empresa a crescer de modo sustentado!

Conheça os ganhos de fazer a gestão integrada da sua empresa

Conheça os ganhos de fazer a gestão integrada da sua empresa

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

Fazer a gestão integrada de uma empresa não é fácil. São muitas variáveis influenciadoras e sem ter um bom controle sobre todas elas fica difícil encontrar boas soluções.

E ter o controle de tudo que se passa dentro da sua empresa já foi algo extremamente inviável. Atualmente existem boas soluções que permitem esse tipo de análise e, assim, garantem que você possa tomar as melhores decisões de acordo com o que precisa para o seu dia-a-dia.

A melhor solução é fazer uma gestão integrada da sua empresa, interligando as mais variadas informações de rotina e garantindo agilidade na hora de tomar decisões e fazer o acompanhamento. Embora pareça algo complexo, um ERP pode ser tudo que você sempre precisou.

Conheça os ganhos de fazer a gestão integrada da sua empresa

O que é um ERP (sistema integrado de gestão)?

Um sistema ERP online nada mais é do que um software que é responsável pela organização de muitas atividades diversas de uma empresa, facilitando o acesso e o acompanhamento por cada gestor de qualquer lugar e em tempo real (pode conectar o seu ERP ao Multipeers).

E esse tipo de software não se limita apenas ao processo de recebimento dos dados, mas também apresenta análises e relatórios de grande importância para um gestor de qualquer tipo de empresa. É, sem dúvidas, uma ferramenta essencial para controle e análise organizacional.

Nele é possível realizar cadastro de clientes, controle financeiro, controle de estoque, emissão de notas fiscais eletrônicas dentro diversas outras funcionalidades. Ademais, não há o isolamento de informações por área ou setor da empresa. Os responsáveis irão lançar alguns dados no sistema e ele apresentará todos de maneira conjunta ao gestor.

Os ganhos de fazer a gestão integrada da sua empresa

Existem diversas razões para que você cogite seriamente usar um sistema de gestão integrada para aumentar a eficiência da sua empresa. Mais do que um simples sistema, essa ferramenta é uma grande revolução sobre gerenciamento de informações.

E tudo isso começa no sentido de centralizar tudo em um único lugar. O mais comum é encontrar empresas que apresentam diferentes programas para cada atividade. Ou seja, um software para o controle logístico, outro programa para contas a pagar, um terceiro para o controle da área de recursos humanos e assim sucessivamente.

O problema desse tipo de operação é justamente a dificuldade em obter análises e relatórios já que tudo que é registrado fica espalhado em programas diferentes. Com isso a unificação é obrigatoriamente feita por uma pessoa – o que não apenas torna o processo mais lento, como ainda aumenta a possibilidade de erros.

Um ERP elimina toda essa dificuldade na medida em que todas as áreas de uma empresa podem trabalhar com a mesma ferramenta. Assim, o gestor consegue acompanhar os processos de maneira centralizada – e tudo sem qualquer dificuldade.

Conheça os ganhos de fazer a gestão integrada da sua empresa

A empresa na palma da sua mão

Essa centralização das informações é especialmente importante para o gestor que identifica problemas na rotina organizacional. É comum encontrar casos em que os erros acontecem justamente em função de erros no modelo de controle da informação (muitas vezes realizados em planilhas manuais).

É o caso, por exemplo, de pagamentos. Quantas empresas não perdem dinheiro simplesmente pela falta de organização ou por não perceber que não terá recursos suficientes para quitá-las? Com o ERP tudo fica mais fácil já que o controle de tudo estará na palma da sua mão.

Para o gestor o melhor é o acompanhamento em tempo real de tudo que é lançado no sistema. Assim, quando você souber que algo precisa ser pago em um dia e não encontrar o lançamento já poderá cobrar o setor responsável, mitigando os erros que eventualmente venham a acontecer.

E não é apenas internamente que um sistema de gestão integrada garante bons resultados, mas também sobre as vendas. Isso porque o controle também é feito em tempo real, inclusive com cadastro de clientes – permitindo acompanhamento não apenas de resultados, mas também de fidelização e satisfação.

O sistema ainda permite que todo processo de venda seja feito de maneira simplificada – desde o orçamento inicial, passando pelo relacionamento e encarregando-se da emissão da nota fiscal.

Aproveite os ganhos de fazer a gestão integrada da sua empresa

Enfim, existem inúmeras razões para aderir ao ERP dentro da sua empresa. Controle, processos, gerenciamento da informação… Tudo isso vem de maneira a facilitara vida dos gestores independente do ramo de atuação. Não é apenas um software: trata-se de uma evolução completa da sua empresa.

Caso queira saber mais sobre como funciona um software de gestão empresarial e como ele pode aumentar os resultados e produtividade da sua empresa, fale connosco!

 

Um artigo by: https://gestaoclick.com.br/

ERP e CRM: tudo o que precisa saber sobre estes conceitos

ERP e CRM: tudo o que precisa saber sobre estes conceitos

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

A tecnologia mudou o modo como encaramos os negócios e como trabalhamos. Existem diversas soluções que nos ajudam no nosso dia-a-dia empresarial, automatizando processos e facilitando a consulta da informação. ERP e CRM são dois conceitos presentes em muitas empresas, mas existem muitas pessoas que ainda confundem os dois temas. Neste artigo, vamos mostrar-lhe tudo o que precisa de saber sobre ERP e CRM!

ERP: definição

ERP significa Entreprise Resource Planning, ou seja, Planeamento dos Recursos Corporativos. Surgiu no final dos anos 50, época em que se começou a aliar a gestão à tecnologia. Inicialmente, o seu objetivo era otimizar o tempo que se gastava em tarefas manuais, mas hoje este recurso é capaz de integrar todas as informações e processos de uma organização num só local.

A missão desta ferramenta é agrupar todos os departamentos da empresa, proporcionando uma melhor comunicação, através de um fluxo de informação contínuo. Este fator revela-se de grane utilidade pois os processos de uma empresa dependem uns dos outros e uma falha de comunicação ou perda de transmissão dos dados pode significar grandes perdas de produtividade e de lucro.

O ERP é, deste modo, o software mais básico de uma empresa e garante o controlo financeiro da organização. O ERP permite que deixe de usar dezenas de softwares isolados e garante um maior controlo sobre tudo o que se passa numa empresa.

CRM: definição

CRM é a sigla para Customer Relationship Management, ou seja, Gestão do relacionamento com o cliente e é utilizado por milhares de empresas para gerirem o seu relacionamento com os atuais e potenciais clientes.  Este software tem como objetivo proteger as informações comerciais de uma empresa. Ao mesmo tempo, um CRM ajuda a identificar as melhores ações e a melhor altura para contactar o cliente, de modo a impulsionar a venda. Do mesmo modo, permite avaliar objetivos e avaliar a equipa de vendas.

De modo resumido, podemos dizer que o ERP ajuda a:

– Reduzir os custos com TI, recursos humanos e perdas de produtividade;
– Reduzir os prazos de entrega, pois estimula a produtividade;
– Facilitar a gestão dos stocks e a compra e venda de mercadorias;
– Melhorar a gestão tributária.

De modo resumido, podemos dizer que o CRM ajuda a:

–  Reduzir custos com papel;
– Reduzir o tempo na procura de informações e documentos;
– Facilitar o a formação das equipas através do software;
– Aumentar as vendas, pois pode dedicar-se mais tempo às vendas e deixar de lado tarefas mais administrativas.

 

O Multipeers é um sistema BAM que permite conexão aos diversos softwares existentes numa empresa, facilitando a troca de informações entre eles e permitindo uma rápida e eficiente tomada de decisão.

Saiba como um sistema BAM pode ajudar a sua empresa a crescer!